Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mulheres de jogadores perdem a linha no Twitter

Enquanto os craques se desdobram em campo, elas estão de plantão na internet, prontas para defendê-los e atacar os desafetos (e às vezes até os companheiros)

Os jogadores de futebol finalmente aprenderam a se controlar nas redes sociais. À parte os arroubos do inglês Joey Barton, que joga no Olympique de Marselha e adora criticar Neymar nos amistosos da seleção brasileira, os atletas têm se mostrado mais cuidadosos com a ferramenta, usada principalmente para publicar fotos e agradecer o contato dos fãs. Foi-se o tempo em que Neymar xingava o juiz no Twitter e que os boleiros arrumavam grandes confusões com mensagens postadas no calor de um momento de irritação – os assessores e dirigentes parecem ter conseguido convencer os atletas de que rede social não combina com cabeça quente depois do jogo. Isso não quer dizer, porém, que o Twitter deixou de criar constrangimentos no futebol. O lugar dos atletas foi rapidamente ocupado pelas mulheres dos craques. Nas últimas semanas, duas delas ocuparam as manchestes: Mariana Moreira, mulher do polivalente Jean, e Susana Werner, companheira do goleiro Júlio César. A atriz e modelo, aliás, foi uma das pioneiras em usar as redes sociais para cometer gafes – e, mesmo depois de tanto tempo, parece não ter aprendido. Neymar, por enquanto, pode ficar tranquilo: Bruna Marquezine, sua namorada há três meses, até agora tem se controlado e não bateu boca com ninguém para defender o amado. A Copa das Confederações será um bom teste também para ela.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter