Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mulher de Schumacher põe jato à venda por tratamento

Corinna Schumacher pede 60 milhões de reais pelo avião da família

Corinna Schumacher, esposa do alemão Michael Schumacher, colocou o jato da família à venda para pagar os custos do tratamento do ex-piloto de Fórmula 1, que segue internado, em Lausanne, na Suíça. Segundo a agência italiana Ansa, o jornal alemão Bild desta sexta-feira publicou que Corinna estaria pedindo 20 milhões de euros (cerca de 60 milhões de reais) pela aeronave. O jato, um Falcon 2000EX, tem as iniciais de Schumacher na parte traseira da fuselagem e custou cerca de 25 milhões de euros (cerca de 75 milhões de reais).

Leia também:

Schumacher tem melhora lenta, mas visível, diz mulher

Empresa de helicópteros nega roubo de ficha de Schumacher

Michael Schumacher sai do coma e deixa o hospital

Filho de Schumacher é pódio no kart e dedica corrida ao pai

Recuperação – Na terça-feira, o jornal inglês Daily Mirror informou que Schumacher consegue se comunicar com sua família por movimentos dos olhos. O tabloide relatou que nas próximas semanas médicos suíços ajudarão Schumacher a usar uma cadeira de rodas especial, controlado pela boca do ex-piloto. Além disso, jornais da Croácia informaram que os doutores Darko Chudy e Vedran Deletis estão desenvolvendo um microchip para fazer o alemão andar e falar novamente.

Mesmo assim, Schumacher ainda necessita de constantes cuidados médicos por conta dos traumatismos que sofreu no acidente de esqui, há quase oito meses. Michael Schumacher, de 45 anos, ficou internado por seis meses em Grenoble, na França, depois de bater a cabeça numa pedra, em uma pista de esqui, em Méribel, nos Alpes Franceses, em dezembro de 2013. No mês passado, o ex-piloto saiu do coma e foi levado para uma clínica hospitalar em Lausanne, na Suíça. A imprensa internacional especula que Schumacher poderá ter alta e utilizar uma cadeira de rodas eletrônica no final de agosto.

(Com agências Ansa e Estadão Conteúdo)