Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mourinho paga quase R$ 8 milhões de multa ao fisco espanhol

O treinador português foi acusado de burlar o imposto de renda do país, entre 2010 e 2013, quando era técnico do Real Madrid

O aclamado técnico José Mourinho, desempregado desde dezembro quando deixou o Chelsea, foi obrigado a pagar nesta quarta-feira, por determinação da Fazenda espanhola, 2 milhões de euros (quase 8 milhões de reais) por causa de uma multa sobre algumas irregularidades com o fisco do país entre 2010 e 2013. De acordo com o site OKdiario, o treinador português de 53 anos foi acusado de burlar sua declaração de imposto de renda em relação aos direitos de imagem durante a época em que esteve no comando do Real Madrid. A defesa do treinador admitiu que ele abdicou de tentar o recurso e preferiu pagar a multa para terminar com o processo.

Com contratos em campanhas publicitárias de oito empresas, Mourinho organizou uma forma de pagar menos impostos, sob uma alíquota mais vantajosa: em vez de registrar os lucros como pessoa física, o treinador os listou como empresa (pessoa jurídica), o que sugere faixa de imposto de 15% na Espanha, na época. Portanto, o valor repassado aos cofres públicos, a partir dos acordos de publicidade com as multinacionais, ficou menor. Entre as empresas com quem Mourinho fez negócio estão a Samsung, a Adidas, a Jaguar e o banco American Express.

LEIA TAMBÉM:

Mourinho não baixa a bola: ‘Primeira fase ruim em 15 anos’

Demitido, Mourinho tenta se esconder ao deixar o Chelsea​

Mourinho a jornalista: ‘Entre no Google antes de fazer pergunta idiota’

Filha de Mourinho brilha em noite de premiação do pai

O futuro de Mourinho segue indefinido. Com propostas pouco comuns, como da seleção do Iraque e da Indonésia – já recusadas – o português tem seu nome veiculado como sucessor de Louis van Gaal no Manchester United. A informação, no entanto, ainda não foi confirmada por nenhuma das partes.

(Com Gazeta Press)