Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mourinho exibe tensão, mas aposta em Real no clássico

Por AE

Madri – O técnico José Mourinho escancarou de vez, nesta terça-feira, o clima tenso que vive atualmente no Real Madrid. Embora o time hoje esteja figurando na liderança disparada do Campeonato Espanhol, com cinco pontos de vantagem em relação ao Barcelona, o treinador enfrenta intensa pressão no clube antes do duelo desta quarta, justamente contra o time catalão, na casa do arquirrival, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Rei.

O Real foi derrotado por 2 a 1 no confronto de ida, disputado em Madri na semana passada, e agora tentará reverter a vantagem do Barça, que vem levando a melhor sobre adversário com frequência nas últimas temporadas e já bateu o rival por duas vezes na atual, sendo a outra delas no último clássico pelo Campeonato Espanhol. A exceção foi a decisão da última Copa do Rei, realizada no ano passado, quando o time madrilenho triunfou diante da equipe dirigida por Guardiola, na prorrogação, e ficou com o título.

E, na entrevista coletiva que antecedeu o duelo, Mourinho exibiu péssimo humor nestaterça e foi monossilábico em várias respostas aos jornalistas, que muitas vezes ouviram um “não sei” ao questionarem o treinador. O estado anímico azedo do comandante estaria também ligado a um possível racha entre ele e alguns jogadores espanhóis do elenco, que estariam irritados com supostos atos de favorecimentos do técnico a atletas brasileiros e portugueses do elenco, segundo noticiou alguns órgãos da imprensa espanhola nos últimos dias.

Na semana passada, o jornal Marca revelou uma discussão ríspida do técnico com o lateral espanhol Sergio Ramos, dedicando sua matéria de capa ao assunto, mas o goleiro e ídolo Casillas veio a público para negar que exista um racha no elenco, em uma polêmica que qualificou como “absurda”.

Apesar de tudo isso, Mourinho mostrou confiança na classificação do Real à semifinal e enumerou feitos recentes para apostar em um resultado expressivo diante do Barcelona. “Temos possibilidades de passar às semifinal e jogaremos para alcançá-la. Sabemos o rival e o resultado da (partida de) ida. Será difícil, mas tentaremos dar o troco no jogo eliminatório e avançar”, disse.

O treinador também destilou certo veneno em relação ao Barcelona ao falar da atual situação do Real, a quem cobra maior reconhecimento. “Temos cinco pontos a mais que a equipe que todos pensam que é a melhor do mundo. O clube (Real), quando chegamos, tinha a tradição de ser eliminado da Copa do Rei por equipes de divisões inferiores e, no ano passado, a conquistamos. Não éramos cabeças de chave na Champions (Liga dos Campeões) e neste momento temos o recorde na fase de grupos e recuperamos o status de cabeça de chave. Somos líderes na Liga (Campeonato Espanhol) e não me parece que tenhamos problemas nem que tenhamos feito mal as coisas”, desabafou.

MISTÉRIO – E, se foi irônico ao comentar a pressão exercida sobre ele, cobrado principalmente em Madri por não conseguir levar vantagem sobre o Barcelona na maioria dos duelos com o rival, Mourinho foi breve e fez mistério ao falar sobre o time que pretende escalar nesta quarta-feira.

“Não vou comentar nada sobre o time. Tenho dúvidas com os jogadores e não tenho claro o esquema. No jogo de ida também tive dúvidas até o final por causa das ausências (desfalques). Amanhã (quarta) será igual. Não vou dizer nada”, avisou.

Questionado sobre o estado físico do zagueiro Pepe, que está com dores musculares e é dúvida para o duelo, o português respondeu: “Se estiver bem fisicamente, jogará. Ele, Granero e Lass (Diarra) têm problemas (com lesões) e amanhã pela manhã treinaremos e decidiremos se qualquer um dos três estará em condições físicas. Se estiverem bem, jogarão”.