Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Motociclista francês internado após sofrer hipertermia no Rali Dacar

Por Juan Mabromata - 3 jan 2012, 15h18

O motociclista francês Sebastien Coué está internado no hospital da cidade argentina de San Rafael (oeste) depois des ter ficado inconsciente na segunda-feira, devido a uma hipertermia em razão do forte calor da zona desértica El Nihiul, durante a segunda etapa do Rali Dacar.

“Coué está agora em terapia intensiva, mas se a evolução de seu estado de saúde for favorável, ele poderá passar logo para uma sala comum. Ele melhorou, mas quando chegou, sofria de hipertermia severa, com a temperatura do seu corpo atingindo 42 graus”, afirmou Armando Dauverné, diretor do Hospital Schestakow de San Rafael onde o piloto está internado.

Dauverné explicou que o motociclista de 34 anos “recuperou plenamente a consciência durante a noite” e acredita que Coué poderá até receber alta nesta quarta-feira.

“Ele nem se lembra de como foi o acidente. Desmaiou na zona das Dunas de Nihuil, onde a temperatura na segunda-feira era de 45 graus”, completou.

Publicidade

O fato aconteceu um dia após a morte outro motociclista, o argentino Jorge Martinez Boero, que sofreu uma queda fatal nas proximidades da cidade de Necochea, no quilômetro 57 da primeira etapa, no domingo, entre Mar del Plata e a cidade de Santa Rosa de la Pampa.

Esta edição do Rali Dacar já soma três incidentes graves, uma vez que na etapa da segunda-feira, o motociclista francês Bruno Da Costa (Yamaha) ficou gravemente ferido ao atropelar uma vaca.

Publicidade