Clique e assine a partir de 9,90/mês

Morre Kobe Bryant, ex-jogador da NBA e lenda do basquete

Ex-jogador do Los Angeles Lakers, dono de cinco títulos da liga americana e duas medalhas de ouro olímpicas, foi vítima de um acidente de helicóptero

Por Redação - Atualizado em 27 jan 2020, 10h52 - Publicado em 26 jan 2020, 17h08

Morreu neste domingo 26 o ex-jogador de basquete e lenda da NBA Kobe Bryant. A informação foi dada em primeira mão pelo site TMZ e confirmada pelas autoridades americanas. O xerife Alex Villanueva, do condado de Los Angeles, confirmou que nove pessoas estavam a bordo da aeronave: o piloto e oito passageiros. Ninguém sobreviveu.

O americano de 41 anos estava viajando em seu helicóptero particular quando a aeronave caiu, por volta das 10h da manhã (horário local), produzindo um incêndio no condado de Calabasas, em Los Angeles. Uma das vítimas era a filha do jogador Gianna, de 13 anos, que sonhava em se tornar uma jogadora de basquete.

Kobe usava seu helicóptero para viajar desde quando jogava pelo Lakers e fazia com frequência o trajeto entre sua casa em Newport Beach, e o ginásio Staples Center, em Los Angeles, na Califórnia. Bryant, cujo apelido é Black Mamba (uma referência à espécie de cobra africana) é considerado um dos maiores jogadores da história da NBA: em vinte anos de carreira, Kobe venceu cinco campeonatos, foi eleito duas vezes o melhor jogador das finais da NBA e uma vez o melhor jogador da temporada. Em 2016, quando o jogador deixou as quadras, o time aposentou as duas camisas de Kobe, com os números 8 e 24 – tornando-o o único jogador na história da equipe a receber essa honra. Kobe também venceu duas medalhas de ouro olímpicas, nos Jogos de Pequim-2008 e Londres-2012.

Amigo de Oscar Schmidt e vencedor de Oscar – Kobe Bean Bryant nasceu em 23 de agosto de 1978, na cidade da Filadélfia, nos Estados Unidos. Filho de Joe Bryant, jogador de basquete que também fez carreira na NBA e jogou na Itália, quando criança o pequeno Kobe cresceu à beira da quadra vendo jogar um dos grandes jogadores brasileiros da história, Oscar Schmidt. “Eu cresci na Itália, assistindo aos jogos de Oscar Schmidt, e ele se tornou um ídolo meu. Era um jogador excelente. Conversei com ele em Londres. Tive a chance de falar um pouco com ele. Eu realmente gostava de vê-lo jogar quando eu era criança.”

Depois de sua aposentadoria, passou a investir em produções cinematográficas. Em 2018, seu curta-metragem animado entitulado Dear Basketball (Querido Basquete, na tradução do inglês), baseado em um poema escrito pelo próprio jogador na iminência de sua aposentadoria, venceu o Oscar da categoria.

Continua após a publicidade

Última mensagem na véspera – Na madrugada deste domingo, Kobe Bryant fez questão de ir as redes sociais homenagear o colega LeBron James, que hoje joga pelo Lakers, por ter superado sua marca de 33.643 pontos marcados em duas décadas na NBA na partida da equipe neste sábado. “Continue a fazer o jogo evoluir. Muito respeito por você, meu irmão”, disse Kobe em uma postagem no Twitter.

Comissário da NBA lamenta o acidente – Adam Silver, o comissário da NBA, espécie de diretor-executivo da liga americana de basquete, divulgou uma nota lamentando a trágica morte de Kobe e sua filha Gianna. “Por vinte temporadas, Kobe nos mostrou o que era possível ao combinar um talento notável com a devoção absoluta por vencer. Ele foi um dos mais extraordinários jogadores de nossa história, com feitos que são lendários (…) Ele sempre será lembrado por inspirar pessoas de todo o planeta a pegar uma bola de basquete e competir no melhor de suas habilidades. Ele era generoso com o conhecimento adquirido ao logo dos anos e viu nisso uma missão de dividí-lo com as futuras gerações de jogadores.”

Continua após a publicidade
Publicidade