Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morosini morreu devido a uma cardiomiopatia, apontam exames

Roma, 2 jul (EFE).- A morte do meia italiano Piermario Morosini, que atuava pelo Livorno, no dia 14 de abril, foi causada por uma cardiomiopatia (doença no músculo do coração), de uma possível origem genética, segundo os últimos exames médicos realizados.

A imprensa italiana informou os resultados dos exames, de acordo com os quais os efeitos dessa má formação se encontravam em fase inicial.

No dia 16 de abril, após a realização da autópsia no Instituto Legista de Pescara, os médicos disseram que eram necessários novos exames para determinar as causas da morte do jogador.

Morosini sofreu um mal-estar em 14 de abril, aos 31 minutos da partida entre sua equipe e o Pescara, pela segunda divisão italiana, quando caiu no gramado. O jogador foi transferido ao hospital da cidade em uma ambulância, onde tentaram reanimá-lo, mas sem sucesso.

O fato provocou um grande impacto entre os companheiros de equipe do italiano e a interrupção da partida e a suspensão das partidas das duas divisões principais do futebol local.

Cinco dias após da morte de Morosini, milhares de pessoas foram ao seu funeral, que foi realizado na cidade de Bérgamo, onde o jogador havia nascido. EFE