Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mogi Mirim reage e bate Comercial de virada no Paulistão

Por AE

Ribeirão Preto – O Mogi Mirim se reabilitou no Campeonato Paulista ao vencer o Comercial por 3 a 1, de virada, neste sábado, no Estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto, pela quinta rodada. Com o resultado, o Mogi, com nove pontos, está em quinto lugar no Campeonato Paulista, enquanto o Comercial, com seis, ocupa a oitava posição.

A vitória evitou o início de uma crise no Mogi, que vinha de duas derrotas seguidas para a Ponte Preta e o Palmeiras. De outro lado, o resultado interrompeu a série de duas vitórias seguidas do Comercial, sobre o rival Botafogo e diante do Catanduvense.

Atuando em casa, o Comercial tratou de tomar as iniciativas ofensivas. Aos seis minutos, Eliomar Bombinha arriscou de fora da área e o goleiro Anderson espalmou por cima do travessão. A pressão era forte e o gol saiu aos 12 minutos. O lateral Sidny desceu em diagonal pelo lado direito e bateu de pé trocado. O goleiro Anderson estava com a visão encoberta e nem foi para a bola.

Aos 23 minutos, Edson Ratinho cometeu pênalti sobre Carlos Magno. Na cobrança, Eliomar Bombinha chutou forte, porém, o goleiro Anderson defendeu parcialmente e a bola ainda tocou na trave. No rebote, desequilibrado, o próprio Bombinha chutou para fora, aos 24 minutos.

O Mogi não ficou atrás e também se deu ao luxo de desperdiçar um pênalti. Rafael Tavares empurrou Tiago Alves dentro da área. Na cobrança do atacante Hernane, o goleiro Alex Santana caiu do lado certo, na direita e espalmou, mantendo a vitória parcial. Mas o time visitante empatou aos 33 minutos, numa bela jogada individual de Felipe. Ele arrancou da intermediária, passou por três adversários e chutou forte no canto esquerdo de Alex.

No segundo tempo, ninguém mudou. O Mogi, no entanto, voltou mais adiantado e disposto a buscar a vitória. E conseguiu a virada em menos de dez minutos. Aos cinco, após escanteio, Hernane bateu fraco de perna esquerda e fez 2 a 1. O próprio Hernane ampliou aos nove minutos, num contra-ataque puxado por João Paulo e desviado, de esquerda, por Hernane. Agora ele está isolado na artilharia do Paulistão, com cinco gols, um a mais do que Alan Kardec, do Santos.

Abatido pelos gols sofridos, o Comercial não conseguiu reagir, nem com as entradas dos atacantes Tiago Galhardo e Jailton. E aos 28 minutos, o time da casa ainda ficou com um jogador a menos após a expulsão do volante Vágner. Ele revidou uma falta cometida por Jeferson Maranhão.

Pela sexta rodada do Campeonato Paulista, quarta-feira, às 22 horas, em casa, o Mogi Mirim vai receber o Corinthians. Na quinta-feira, na capital, o Comercial enfrentará o São Paulo.

FICHA TÉCNICA:

COMERCIAL 1 X 3 MOGI MIRIM

COMERCIAL – Alex Santana; Sidny, Fabão, Rafael Tavares e Rossato (Wellington); Vágner, Jordã, Carlos Magno e Romerito (Jailton); Henan (Tiago Galhardo) e Elionar Bombinha. Técnico – Márcio Fernandes.

MOGI MIRIM – Anderson; Edson Ratinho, Tiago Alves, Lucas Fonseca (Rodrigão) e João Paulo; Baraka, Val, Renê Junior (Romarinho), Jeferson Maranhão e Felipe (Roni); Hernane. Técnico – Guto Ferreira.

GOLS – Sidny, aos 12 e Felipe, aos 33 minutos do primeiro tempo; Hernane aos 5 e aos 9 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Guilherme Ceretta de Lima.

CARTÃO AMARELO – Renê Junior, Fabão e Wellington.

CARTÃO VERMELHO – Vágner.

RENDA – R$ 50.625,00.

PÚBLICO – 2.118 pagantes.

LOCAL – Estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto.