Clique e assine com 88% de desconto

Moedas especiais serão produzidas para as Olimpíadas

A partir do próximo dia 28, o Banco Central do Brasil lançará as moedas temáticas das Olimpíadas. Serão 36 tipos de estampas

Por Da Redação - 28 nov 2014, 09h38

O Banco Central lança nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro, as primeiras nove moedas comemorativas dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016: uma de ouro, quatro de prata e quatro em aço inox. Ao todo, 36 moedas serão lançadas até o ano dos Jogos.

Leia também:

Rio-2016 apresenta os mascotes dos Jogos Olímpicos

Rio-2016: Medalha dos Jogos terá material reciclado​

Publicidade

Novo programa olímpico prevê candidaturas conjuntas

A moeda de ouro terá apenas 5.000 unidades, que pesam 4,4 gramas, tem 16 mm de diâmetro e trazem o Cristo Redentor num lado e no verso a estampa de modalidades como os 100 metros rasos, salto com vara, luta olímpica e a tocha olímpica. O valor de face da moeda é de 10 reais e vai custar 1.180 reais. A de prata terá 25 mil unidades, com 27 gramas e 40 mm de diâmetro. As prateadas ainda vêm com imagens da flora, fauna, arquitetura e música brasileira de um lado e, do outro, paisagens conhecidas do Rio de Janeiro. Seu valor será de cinco reais e vai custar 195 reais. A de aço inox será bem mais comum, com uma produção de 20 milhões de unidades – 200 mil nas cartelas colecionáveis. Essas vão pesar sete gramas e vão ter 27 mm de diâmetro, custarão 13 reais na cartela e terão o valor de face de um real, além de trazer imagens de esportes olímpicos variados e dos mascotes dos eventos – olimpíadas e paraolimpíadas.

As moedas de R$1 entrarão em circulação pela rede bancária e uma parte será vendida nas cartelas colecionáveis. Já as de ouro e de prata poderão ser adquiridas no site moedas.bb.com.br, por meio de boleto bancário – ou débito em conta, para os correntistas do Banco do Brasil – ou ainda com dinheiro nas agências físicas relacionadas no site do Banco Central.

(Com Gazeta Press)

Publicidade