Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Moda e esporte: as grifes por trás dos Jogos Olímpicos de Inverno

Ralph Lauren, Lululemon e Columbia são algumas das marcas que desenvolvem os tecnológicos uniformes dos atletas

Por André Sollitto Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO 2 fev 2022, 17h13

A poucos dias do inícios dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim – a abertura oficial é na sexta-feira, 4 de fevereiro, mas algumas competições começam hoje -, não são apenas os fãs de esporte que estão de olho nas novidades. Quem acompanha o mundo da moda sabe que além da tecnologia envolvida na produção dos uniformes, chama a atenção a quantidade de grifes envolvidas. Afinal, a projeção global da competição ajuda a espalhar as principais tendências em “athleisure”, como são conhecidas as roupas que mesclam lazer e esporte.

Só a delegação dos Estados Unidos conta com diversos parceiros importantes. A Ralph Lauren ficou responsável pelo uniforme oficial, feito com um tecido tecnológico que expande e contrai de acordo com a variação de temperatura. As cores da bandeira americana dividem o espaço das roupas com o tradicional logo da grife em calças, jaquetas e até luvas.

A Columbia Sportswear criou os uniformes do time de curling, usando um material que estica facilmente, aumentando a mobilidade. A marca Spyder, em parceria com o artista Eric Haze, desenvolveu o vestuário do time de esqui. E a Volcom, conhecida por aqui principalmente por sua associação com o surfe e o skate, criou as roupas do time de snowboard. Por fim, a Skims, grife da socialite Kim Kardashian West, criou as vestimentas para momentos de descontração, incluindo calças de moletom, peças íntimas e camisetas.

O uniforme oficial da delegação dos Estados Unidos, assinada pela grife Ralph Lauren -
O uniforme oficial da delegação dos Estados Unidos, assinada pela grife Ralph Lauren (Ralph Lauren/Divulgação)

Outra empresa de destaque no mundo da moda que terá bastante espaço nos Jogos Olímpicos é a Lululemon. A marca assinou um contrato de longo prazo com o Canadá para criar os uniformes da delegação e o resultado são peças que buscam inspiração na bandeira e na folha de plátano em diversos tons de vermelho.

Continua após a publicidade

A delegação do Reino Unido, pela segunda vez, contou com peças desenhadas pela grife Ben Sherman. O look com sobretudo azul escuro e blusa com a desconstrução da Union Jack, a bandeira britânica, será usado na cerimônia de abertura. As peças de competição foram criadas pela Adidas.

Modelos exibem o uniforme chinês -
Modelos exibem o uniforme chinês (CHINASPORTS/VCG/Getty Images)

Já os chineses, anfitriões da festa, contarão com peças assinadas por Timmy Tip, designer e artista plástico que já venceu o Oscar de direção de arte por seu trabalho em O Tigre e o Dragão, de 2001. As peças, em vermelho e branco, buscam inspiração na milenar história do país.

Outras surpresas incluem a parceria entre a japonesa Uniqlo e a delegação da Suécia na criação de peças minimalistas, mas que contam com uma tecnologia que permite a utilização de até quatro camadas de roupas distintas, de acordo com a necessidade. E os atletas do Cazaquistão usarão peças assinadas pelo designer Dmitry Shishkin, especializado em vestuário masculino e esportivo.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.