Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mirando o título nacional, Vasco quer ‘fazer a lição de casa’

Ganhar dentro de casa e aproveitar bem os pontos como visitante. Esta é a fórmula do Vasco para chegar ao mês de dezembro brigando pelo Campeonato Brasileiro, ou, na pior das hipóteses, por uma vaga na próxima Copa Libertadores da América. O clube carioca segue se preparando para a partida da próxima quarta-feira, às 20h30 (de Brasília), diante do Náutico, em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela terceira rodada do Brasileirão. Por se tratar de um compromisso diante de seus torcedores, os vascaínos admitem que a vitória é o único resultado interessante.

‘O Campeonato Brasileiro exige dos times a vitória dentro de casa e apenas dessa forma será possível realizar uma boa campanha. Se quisermos brigar pelo título e por vaga na Libertadores, vamos ter que fazer o nosso papel dentro de São Januário. Por isso esse jogo contra o Náutico cresce em importância’, afirmou o goleiro Fernando Prass.

Na visão dos jogadores, a vitória contra a Portuguesa, por 1 a 0, no sábado passado, só foi importante porque o time tinha conseguido vencer o Grêmio na estreia, por 2 a 1.

‘Nós só estamos entre os líderes porque a vitória sobre a Portuguesa, fora de casa, acabou sendo determinante. Mas o peso dela só foi grande porque, antes, conseguimos fazer a lição de casa e derrotamos o Grêmio dentro de São Januário. Nem sempre vamos conseguir ir bem como visitantes, pois o Brasileirão apresenta muitas pedreiras. Portanto, é fundamental ganhar em São Januário’, disse o zagueiro Renato Silva.

Justamente por isso que o atacante Éder Luís projeta a vitória contra o Náutico. Ele quer ganhar esse jogo para o Vasco não viajar pressionado para Salvador (BA), onde, na quarta rodada do Nacional, tem duelo diante do Bahia.

‘O Vasco tem condições de fazer um grande Campeonato Brasileiro, mas é fundamental fazermos a lição de casa sempre. O jogo contra o Grêmio nos deu tranquilidade para buscar a vitória diante da Portuguesa em São Paulo. Agora, contra o Náutico, temos que ganhar para poder irmos tranquilos enfrentar o Bahia fora de casa. Dessa maneira vamos conseguir uma boa campanha e brigar por algo bom lá na frente’, destacou Éder Luís.

Dentro de campo, o elenco treinou nesta manhã de quinta-feira, em São Januário. Mostrando estar cada vez mais recuperado do edema ósseo na perna, que o afastou dos gramados por dois meses, o zagueiro Dedé seguiu sua rotina de atividades físicas. A previsão é a de que o Mito seja liberado para treinar com bola na próxima segunda, podendo ser relacionado para o duelo contra o Bahia.

Mas se Dedé está fora do jogo contra o Náutico, o técnico Cristóvão Borges poderá contar, diante dos pernambucanos, com o zagueiro Rodolfo, livre de um edema na parte posterior da coxa, e com o lateral esquerdo Thiago Feltri, que não sente mais dores no mesmo local. Outro reforço será o meia Felipe, que cumpriu suspensão nas duas primeiras partidas do Brasileirão por ter sido expulso no empate por 1 a 1 com o Flamengo, na última rodada do Brasileirão do ano passado. Se nada de anormal acontecer até lá, o Cruz-maltino deverá atuar com: Fernando Prass; Fágner, Renato Silva, Rodolfo e Thiago Feltri; Nilton, Fellipe Bastos, Juninho Pernambucano e Diego Souza; Éder Luís e Alecsandro. Nesta sexta-feira o elenco treina pela manhã em São Januário, assim como acontecerá no sábado. Já o domingo será de folga para os jogadores.

Fora de campo os dirigentes abriram negociações com o empresário José Fuentes para a renovação de contrato, que chegará ao fim em dezembro deste ano, do meia Juninho Pernambucano.