Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ministro reafirma confiança na preparação para Copa

Por Rodrigo Petry

São Paulo – O novo ministro do Esporte, Aldo Rebelo, reafirmou nesta segunda-feira a confiança em relação à capacidade do Brasil em finalizar as obras nos estádios e de infraestrutura para a Copa do Mundo de 2014. “O Brasil tem plenas condições de realizar a Copa. Com exceção de Porto Alegre, vemos o cronograma (de construção dos estádios) dentro do previsto. No caso de Fortaleza, está até adiantado”, afirmou ele, após participar em São Paulo de cerimônia de inauguração do Núcleo de Alto Rendimento Esportivo do Grupo Pão de Açúcar.

Rebelo ressaltou, contudo, que o cumprimento do cronograma das obras dependerá da fiscalização dos responsáveis pelas obras, desde o governo até os parceiros privados. “Sempre tive uma posição otimista sobre a capacidade do Brasil em organizar a Copa do Mundo, porque nós já realizamos outros megaeventos, como o Carnaval do Rio e de Salvador, que atraem um grande número de turistas. Mas precisamos de rigor no cumprimento do cronograma das obras”, avisou o ministro.

Em relação às obras do Estádio Beira-Rio, que sofrem com indefinições sobre financiamento e contratos de execução, Rebelo descartou qualquer plano B para Porto Alegre. “Eu prefiro aguardar, porque conheço a direção do Inter. E os dirigentes estão com as mesmas preocupações que eu. Aliás, creio que até maiores”, revelou o ministro.

Mesmo após Porto Alegre ter ficado de fora da Copa das Confederações de 2013, justamente por causa do atraso no estádio, Rebelo disse acreditar que os problemas com o contrato de reforma do Beira-Rio estejam solucionados dentro do prazo para o Mundial de 2014. “O objetivo do Inter, do Rio Grande do Sul e do governo federal é usar o Beira-Rio na Copa do Mundo”, garantiu.

O ministro ainda destacou que a Lei Geral da Copa, que estabelece um conjunto de normas exigidas pela Fifa para a realização do Mundial em 2014, deve ser aprovada ainda este ano na Câmara dos Deputados. Mas só deverá chegar ao Senado em 2012, prevê Rebelo.