Clique e assine a partir de 9,90/mês

Milan apresenta projeto de estádio futurista

Arena deve ficar pronta até 2019, com teto retrátil e capacidade para 48.000 torcedores

Por Da Redação - 4 fev 2015, 12h23

Milão, a capital da moda e do design no mundo, deve ganhar em breve uma nova obra futurista. O Milan anunciou nesta quarta-feira planos preliminares para a construção do seu estádio próprio: capacidade para 48.000 espectadores, teto retrátil e blocos da construção que parecem se encaixar, como um brinquedo de Lego. O estádio, ainda sem nome, deve ficar pronto para a temporada 2018/2019 do futebol europeu. O clube publicou um vídeo em que apresenta o modelo do estádio, com dois níveis de arquibancada, no bairro de Portello, onde recentemente o Milan inaugurou a sua nova sede.

Leia também:

Com média de público de 71 mil, Bayern ampliará estádio

Real Madrid apresenta projeto para remodelar estádio

Roma apresenta projeto de arena inspirada no Coliseu

Continua após a publicidade

A nova arena terá no máximo 30 metros de altura (metade da altura de San Siro). Ela ficará “disfarçada” entre os prédios da vizinhança durante o dia e será acesa em vermelho no momento das partidas. A previsão é de que o custo da obra varie entre 300 milhões e 320 milhões de euros (entre 926 milhões e 987 milhões de reais).

O novo estádio será construído pelo Milan, e o projeto prevê que ele seja cercado por um hotel, áreas de estacionamento e restaurantes. Responsável pelo projeto, o arquiteto Emilio Faroldi disse que foi inspirado pelo Emirates Stadium, do Arsenal, em Londres, além de arenas da Basileia e Neuchâtel, ambas na Suíça, e Bilbao, na Espanha.

Atualmente, o Milan compartilha a gestão do Estádio San Siro (também chamado de Giuseppe Meazza), de 80.000 lugares, com a rival Inter de Milão. O clube espera receber a aprovação final para a construção da arena em março.

https://youtube.com/watch?v=mVQ5SeiABqU%3Frel%3D0

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade