Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Micale acerta em cheio e é exaltado pelos atletas

Treinador baiano incluiu um quarto atacante e viu o time todo subir de produção na goleada sobre a Dinamarca

O técnico Rogério Micale deixou a Arena Fonte Nova mais sorridente do que nunca. O sempre tranquilo treinador baiano, contestado após duas partidas decepcionantes da seleção olímpica, enfim conseguiu aplicar sua filosofia ofensiva. Uma mudança de Micale foi chave para a goleada por 4 a 0 sobre a Dinamarca, nesta quarta-feira, em sua cidade natal: a entrada de um quarto atacante, Luan, na vaga do meia Felipe Anderson reposicionou Neymar e Gabriel Jesus, que renderam muito mais.

O jogador do Palmeiras deixou a posição de centroavante e passou para a ponta esquerda, com Gabriel Barbosa aberto no lado oposto e Neymar e Luan se revezando no centro, atuando ora como meias e ora como atacantes. Os laterais Zeca e Douglas Santos, tão importantes no esquema de Micale também corresponderam, assim como Walace – que entrou na vaga de Thiago Maia e fez a função de primeiro volante com extrema qualidade.

Leia também:
Festa e alívio: Brasil goleia a Dinamarca e avança na Rio-2016
Pé quente, Bahia abraça a seleção – e Neymar

Neymar reclama de críticas maldosas e elogia Marta

Aliviado com seu primeiro gol, Gabriel Jesus admitiu sua satisfação por ter voltado a sua posição de origem e exaltou a relação de Micale com os atletas. “Estou à disposição do professor para ajudar onde ele precisar. O Micale é uma pessoa incrível, além de um baita técnico. Ele me chamou e disse que queria mudar, e eu fiquei muito feliz, porque me sinto mais à vontade e com liberdade para me movimentar. Ele conseguiu fazer nossa equipe jogar realmente bem.”

Renato Augusto, que assim como Micale celebrou sua redenção – jogou bem e saiu aplaudido – se disse à vontade com a mudança tática. “O time assimilou bem o que o Micale queria, acho que ele foi muito feliz na troca e na avaliação tática. O Gabriel Jesus fez uma função muito difícil e para mim foi o destaque do time, porque anulou o lado direito deles e ao mesmo tempo conseguiu chegar ao ataque. Muita gente não consegue fazer esse trabalho sujo.”

O goleiro Weverton ressaltou a forma como Micale conseguiu motivar os atletas. A tranquilidade dele se deve à confiança que ele tem no grupo. Ele fez uma escolha muito detalhada e precisa dos jogadores que estão aqui. Foi mais na base da conversa mesmo porque não dá tanto tempo de trabalhar no campo. A gente se acertou, conversou, o esquema foi mudado e as coisas funcionaram muito melhor do que nos outros jogos, disse o jogador do Atlético-PR.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Vamos dizer que o Micale “acertou” com uma certa “ajudinha” do Tite, certo?

    Curtir

  2. Não acertou nada. Tite que colocou orem na casa. Precisava de um treinador de expressão, senão jogadores cagam mole.

    Curtir

  3. Valdeci Pinheiro de Lima

    Ainda não merece aplauso algum. As duas primeiras partidas foram mais que decepcionantes. Ináceitavel que tenho ocorrido.

    Curtir

  4. Nesse país de amebas é sempre assim. Venceu uma partidinha e pronto, somos os melhores do mundo de novo. Depois não entendem por que levaram de 7 da Alemanha em plena Copa do Mundo.

    Curtir