Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

México vence a Arábia Saudita, mas se despede da Copa por saldo de gols

Seleção da América do Norte despachou a 'zebra' da Copa, mas sucumbiu no critério de desempate do torneio; Argentina e Polônia passam no grupo C

Por Da redação
Atualizado em 30 nov 2022, 18h11 - Publicado em 30 nov 2022, 18h00

A primeira “zebra” da Copa do Mundo do Catar se despediu nesta quarta-feira, 30, do torneio. Por ironia do destino, no estádio Lusail, o mesmo palco da surpreendente vitória na estreia diante da Argentina, há oito dias, a Arábia Saudita perdeu por 2 a 1 para México e está fora da competição. Curiosamente, o triunfo também foi insuficiente para os mexicanos prosseguirem no Mundial – que vão embora pelo critério de saldo de gols.

No outro confronto do pelo grupo C, a Argentina venceu a Polônia por 2 a 0 e terminou na primeira colocação da chave, com seis pontos, seguida pelos próprios poloneses, com quatro. Os mexicanos, também com quatro, igualaram em tudo com os poloneses, mas sucumbiram pelo saldo de gols: 0 contra 1 negativo.

Os gols mexicanos foram marcados por Henry Martín e Luis Chávez, enquanto Salem Al-Dawsari descontou para o país asiático no fim. Foi a primeira queda da seleção da América do Norte na primeira fase desde a Copa de 1990, em que não se classificou. De 1994 para cá, não havia ficado mais fora das oitavas.

A sensação saudita, por sua vez, sucumbiu na quarta colocação, com apenas três pontos.

Continua após a publicidade

Os primeiros 45 minutos foram de igualdade no placar. O México criou as melhores oportunidades, principalmente em chutes de fora da área, enquanto os sauditas apostavam na retranca para contra-atacar.

A melhor chance mexicana aconteceu logo aos dois minutos. Vega recebeu na entrada da área, mas acabou parando no goleiro Al-Owais. Os sauditas só responderam já no fim da primeira partida da partida, aos 50, em cabeceio de Al-Hassan.

Luis Chávez comemora o segundo do México -
Luis Chávez comemora o segundo do México – (Pablo Porciuncula/AFP)

O segundo tempo do México foi avassalador. Logo aos dois minutos, após escanteio desviado na primeira trave, o atacante Henry Martín se lançou para colocar o país na frente.

Continua após a publicidade

O gol animou a equipe, que logo marcou o segundo. Aos seis, Luis Chávez acertou uma cobrança de falta perfeita no ângulo do goleiro Al-Owais, sem chances de defesa.

Faltando um gol para a tão sonhada classificação, coube a equipe dirigida pelo técnico Gerardo Martino se lançar ao ataque. Aos 10, Lozano marcou, mas o tento foi anulado por posição irregular de Martín. Aos 20, reclamação de pênalti, mas o VAR não marcou.

No fim, sobrou desespero e faltou pernas aos mexicanos para consolidar a sonhada classificação. Para a ‘zebra’ saudita, o gol de honra de Salem, mas já aos 49. Fim de Copa para os dois países.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.