Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

México joga pelo empate contra a Croácia em Recife

Jogo vale vaga nas oitavas de final e pode até eliminar a seleção brasileira

Por Da Redação 23 jun 2014, 11h04

México e Croácia, as seleções que complicaram o Brasil nas duas primeiras partidas do Grupo A, se enfrentam nesta segunda-feira, às 17 horas (horário de Brasília), em uma partida decisiva na Arena Pernambuco, em Recife. Quem vencer estará classificado às oitavas de final. O México joga pelo empate, mas este resultado pode até classificar ambas as seleções (se o Brasil perder para Camarões, a vaga será decidida pelo saldo de gols). A expectativa é que os torcedores mexicanos sejam maioria absoluta nas arquibancadas do estádio, assim como já fizeram contra Camarões. Contra o Brasil, o público ficou praticamente dividido, mas a animação mexicana foi superior.

Leia também:

Modric, da Croácia: ‘Somos melhores que os mexicanos’

Para impedir catástrofe, Brasil aprova a tensão do 3º jogo​

Zebras, coalas e camarões

Apesar de poderem se classificar com empate, mexicanos e croatas buscarão a vitória para se garantir na próxima fase. No México, o destaque é o goleiro Guillermo Ochoa, principal destaque do empate contra o Brasil. Se Ochoa completar sua terceira partida sem levar gols, sua equipe estará entre as 16 melhores do mundo pela sexta Copa consecutiva. O técnico Miguel Herrera já antecipou que repetirá a escalação das duas primeiras partidas, mantendo os três zagueiros e apenas Giovanni dos Santos e Oribe Peralta como atacantes. Jogador mais conhecido do time, Javier “Chicharito” Hernández, do Manchester United, continuará na reserva.

A Croácia também chega confiante para a partida, pois se recuperou da derrota para o Brasil na estreia com uma goleada por 4 a 0 sobre Camarões. O centroavante Mario Mandzukic, que retornou ao time marcando dois gols, e os meio-campistas Luka Modric e Ivan Rakitic são as principais esperanças europeias. Modric, inclusive, criou controvérsia no fim de semana. O jogador do Real Madrid afirmou que seus atacantes já marcaram em goleiros melhores que Ochoa e disse que a Croácia é superior ao México.

A última vez em que as seleções se enfrentaram foi no Mundial de 2002, também pela fase de grupos, com vitória de 1 a 0 do México, com gol de Blanco.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade