Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Messi surpreende e se diz ‘feliz’ por ver Ronaldo na Copa

Craque argentino deixou a rivalidade de lado e fez muitos elogios ao português

“É ótimo que as melhores seleções estejam na Copa. Cristiano tem mantido atuações em alto nível por muitos anos”, disse Messi sobre a classificação de Portugal

Afastado dos gramados desde o dia 10 de novembro por causa de uma lesão muscular na perna esquerda, o craque Lionel Messi segue atento ao desempenho dos adversários na disputa da Bola de Ouro da Fifa. Em entrevista publicada nesta quinta-feira pelo jornal espanhol Marca, o astro argentino elogiou o ótimo momento de seu principal rival nos últimos anos, o português Cristiano Ronaldo. “Não sei se este é o melhor momento da carreira dele, mas é um atleta que sempre marca gols e sempre faz sua parte pelo Real Madrid e pela seleção portuguesa. Tem sido assim há muitos anos”, afirmou o ídolo do Barcelona.

Leia também:

Leia também: Em alta, Ronaldo ganha fôlego na briga pela Bola de Ouro

Autor de 66 gols neste ano, o atacante do Real Madrid voltou a impressionar ao marcar três vezes na vitória de Portugal por 3 a 2 sobre a Suécia, na terça, e garantir a participação de seu país na Copa do Mundo de 2014. Cristiano Ronaldo disputará o torneio pela terceira vez, assim como Lionel Messi, que também está garantido no Mundial com a seleção da Argentina. Messi surpreendeu ao contar ter torcido pelo rival. “Fiquei muito feliz por ele quando marcou os gols contra a Suécia. É ótimo que as melhores seleções estejam no Brasil. Cristiano tem mantido atuações em alto nível por muitos anos”, completou o vencedor da Bola de Ouro nas últimas quatro temporadas.

Nas duas Copas do Mundo que disputou até agora, Messi não passou das quartas-de-final: tanto em 2006 como em 2010, caiu diante da Alemanha. Campeã das Eliminatórias da América do Sul, a Argentina garantiu vaga no torneio com quatro rodadas de antecedência e conta com atletas como Agüero, Higuaín e Di María. Messi acha que sua equipe é candidata ao título. “Conquistar a Copa do Mundo seria um sonho para mim, para meus companheiros e para todo o meu país. Precisamos melhorar algumas coisas, mas ainda há sete meses até o início da competição. Espero que possamos ganhar, mas muitas seleções também têm condições”, avaliou.

(Com agência Gazeta Press)