Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Messi faz mais 4 e chega a 50 gols; Real também vence

Por AE

Barcelona – Tudo que Messi não fez no clássico contra o Real Madrid, há duas semanas, ele descontou no Espanyol. Neste sábado, no clássico de Barcelona, o craque fez quatro gols, dois dele de pênalti, e foi determinante para a goleada por 4 a 0, na despedida de Pep Guardiola do Camp Nou. Enquanto isso, o Real Madrid usou só Cristiano Ronaldo de titular, mas também venceu, fazendo 2 a 1 no Granada, fora de casa, graças a um gol contra aos 47 minutos do segundo tempo.

Com o título já nas mãos do Real, só resta ao Barcelona uma despedida honrosa nas duas últimas rodadas do Campeonato Espanhol e consagrar Messi como artilheiro. A segunda missão já está cumprida. Com mais quatro gols, o argentino chegou à estupenda marca de 50 gols em 16 jogos na competição. Cristiano Ronaldo fez um e foi a 45.

O craque argentino, que chegou aos 72 gols na temporada, já havia, durante a semana, ultrapassando os 67 de Gerd Müller pelo Bayern de Munique em 1972/1973, se tornando o maior artilheiro da história do futebol da Europa em uma temporada. Vale lembrar que o Barcelona ainda entra em campo mais duas vezes em 2011/2012.

Messi abriu o placar no Camp Nou aos 12 minutos do primeiro tempo, de falta, no canto esquerdo do goleiro Alvarez. Ele só ampliou em meados da segunda etapa, quando tentou chapelar Gomez na área e o zagueiro, para evitar a humilhação, colocou a mão na bola. Messi mesmo bateu e fez.

Aos 29, Adriano puxou contra-ataque e deu ótimo passe em profundidade para Messi fazer o terceiro. O argentino fechou a contagem novamente de pênalti, mais uma vez sem chances para Alvarez – a diferença foi que Busquets sofreu a falta.

REAL DÁ SORTE – Já campeão, o Real Madrid decidiu usar os reservas para pegar o Granada. A única exceção foi Cristiano Ronaldo, que fez questão de entrar em campo como titular para tentar se manter na disputa pela artilharia. O português até balançou as redes uma vez, num gol muito contestado pelo Granada.

Isso porque, aos 33 minutos do segundo tempo, quando o Granada vencia por 1 a 0 (gol de Jara, logo no começo), o árbitro viu uma falta de Moisés em Cristiano Ronaldo. O Granada não gostou, reclamou muito, mas o português bateu o pênalti com perfeição e deixou tudo igual.

Nos acréscimos, o gol da vitória saiu com Cortés, contra. Benzema fez jogada de linha de fundo e cruzou para o meio. O defensor tentou cortar, uma vez que Cristiano Ronaldo estava livre atrás dele, e mandou para o fundo das redes. No fim, Siqueira e Moisés foram expulsos por reclamação.

A vitória fez o Real Madrid chegar a 97 pontos, ainda sonhando em ser o primeiro time da história a marcar 100 pontos num Campeonato Espanhol. Para isso, terá que vencer o Mallorca na última rodada.