Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Messi é expulso e deixa o Itaquerão revoltado e ovacionado

Craque argentino se desentendeu com o chileno Gary Medel e ambos foram expulsos

A torcida que foi à Arena Corinthians para ver Lionel Messi teve breves momentos de alegria e uma enorme decepção. Aos 37 minutos do primeiro tempo, quando a Argentina vencia o Chile por 2 a 0 na decisão de terceiro e quarto lugares da Copa América, o capitão argentino encarou o chileno Gary Medel, que lhe dei duas peitadas e um empurrão. O árbitro paraguaio Mário Díaz De Vivar, então, expulsou os dois, ainda que Messi não tenha reagido.

Os dois times protestaram contra os cartões vermelhos e a torcida passou então a gritar o nome do craque argentino. Houve demora até que o jogo fosse reiniciado, mas De Vivar não recorreu ao VAR para anular a decisão. Messi retirou a braçadeira e deixou o campo com semblante de raiva, enquanto recebia os aplausos das arquibancadas. Foi sua segunda expulsão pela seleção – a primeira ocorreu logo na estreia, diante da Hungria, em 2004 (e também foi injusta).

Messi e Medel foram expulsos pelo paraguaio Mário Díaz De Vivar

Messi e Medel foram expulsos pelo paraguaio Mário Díaz De Vivar (Alexandre Schneider/Getty Images)