Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mesmo em boa fase, Santos demite técnico Enderson Moreira

Em sete jogos do campeonato paulista o time da baixada santista venceu cinco e empatou dois

O técnico Enderson Moreira foi demitido do Santos na manhã desta quinta-feira. Mesmo com bons resultados no Campeonato Paulista – a equipe é líder do Grupo 4, com cinco vitórias e dois empates em sete jogos -, a diretoria optou por romper o contrato. O presidente do clube, Modesto Roma Jr., convocou uma entrevista para as 16 horas desta quinta-feira para explicar a demissão. O principal motivo seria o desentendimento entre treinador, diretoria e os jogadores jovens do elenco.

Leia também:

Dunga convoca seleção com Tardelli e Robinho no ataque

Palmeiras goleia na Bahia e elimina jogo de volta na Copa do Brasil

‘Dei glória a Deus porque não fui para a Copa’, diz Robinho

Enderson estaria sendo pressionado pela diretoria para escalar os garotos revelados pelo clube – casos de Caju, Gustavo Henrique e Gabriel -, mas resistia em colocá-los como titulares. O clima ruim entre o técnico e os jogadores da base ficou evidenciado em entrevista dada por Enderson à Rádio Bandeirantes na quarta-feira. O técnico disse que “alguns atletas acham que são mais do que são. Ainda não conquistaram nada, não são referências e têm muito que caminhar”. O fator decisivo para a demissão teria sido uma bronca de Enderson no zagueiro Gustavo Henrique, de 21 anos, no treino desta manhã.

Depois de bom trabalho no Goiás, de 2011 a 2013, e passagem ruim pelo Grêmio, no primeiro semestre de 2014, Enderson Moreira, de 43 anos, ficou apenas seis meses no Santos. No período, foram 30 partidas, com 16 vitórias, cinco empates e nove derrotas.

(Com Estadão Conteúdo)