Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Mesmo com vitória, Galvão se irrita com árbitro

Por Da Redação 22 jun 2013, 20h18

“Ele não foi feliz neste lance, como também não foi no primeiro gol do Brasil, mas está indo bem na partida”, disse Arnaldo

O Brasil venceu a Itália neste sábado, por 4 a 2, no último jogo da fase de grupos da Copa das Confederações, na Arena Fonte Nova, e garantiu o primeiro lugar no Grupo A. Mas a boa vitória não significou uma trégua nas reclamações de Galvão Bueno na transmissão da Rede Globo. A birra do narrador com o árbitro da partida, o uzbeque Ravshan Irmatov, foi uma constante na exibição da partida pelo canal, parceiro oficial da Fifa. “Será que o campeonato do Uzbequistão garante a experiência que um árbitro precisa para apitar um clássico entre Brasil e Itália?”, questionou o narrador, após o segundo gol da Itália, quando Irmatov, de acordo com os brasileiros, chegou a apitar um pênalti para os italianos. Os atletas da seleção ficaram parados e Chiellini fez o gol, validado pelo árbitro. Quem respondeu a pergunta foi o comentarista Arnaldo Cezar Coelho, que apoiou o uzbeque, listou as principais partidas de seu currículo e explicou que os lances foram duvidosos. “A experiência de um árbitro vem dos campeonatos internacionais. Ele não foi feliz neste lance, como também não foi no primeiro gol do Brasil, mas está indo bem na partida”, disse o comentarista de arbitragem, lembrando que Irmatov também errou no gol do zagueiro Dante, que estava impedido.

(Davi Correia, de Salvador)

Leia também:

Em clássico emocionante, Brasil bate Itália e avança forte

Continua após a publicidade

Felipão, recordista, acha que sua equipe enfim está pronta

Com Fonte Nova protegida, polícia tenta manter o controle

O fantasma da Espanha esquenta o clássico em Salvador

Brasil e Itália: nova decisão no duelo dos supercampeões

Continua após a publicidade

Publicidade