Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mesmo com vantagens, troca Pato-Jadson irrita corintianos

Atacante vai por empréstimo e pode ser vendido a qualquer momento. O meia chega em definitivo. Ainda assim, conselheiros do Corinthians se revoltaram

O clube afirma que a invasão do CT por vândalos no fim de semana não foi o motivo da saída de Pato. Os dirigentes dizem ter iniciado a negociação com o São Paulo há uma semana, no dia seguinte à goleada sofrida para o Santos

O Corinthians vai emprestar um jogador odiado pela torcida, não permitirá que ele atue nos clássicos entre as equipes e terá o direito de vendê-lo a qualquer momento, sem consultar o São Paulo – que, aliás, não poderá escalar o jogador no campeonato estadual. Em troca, receberá um atleta em definitivo e ainda manterá os direitos econômicos da contratação mais cara de sua história. Ainda assim, a troca envolvendo Alexandre Pato e Jadson não foi bem recebida pelos conselheiros do clube – os corintianos prometem questionar o presidente Mário Gobbi pelos termos do acordo firmado na noite de quarta-feira. Nesta quinta, os atletas deverão assinar seus contratos e a negociação será oficializada.

Por uma exigência de contrato, Pato não jogará contra o Corinthians no período em que estiver no rival, garantiu o diretor de futebol Ronaldo Ximenes depois da derrota para o Bragantino, por 2 a 0, na noite de quarta, no Pacaembu. “Ele vai por empréstimo e não joga contra Corinthians.” Jadson está liberado para enfrentar o ex-clube, pois será contratado em definitivo pelo Corinthians. Ele assinará contrato de dois anos e seus direitos econômicos ficarão divididos (50% para o clube, 50% para o jogador). O Corinthians fica responsável por pagar os salários de Jadson e uma parte dos rendimentos de Pato. Também ficou decidido que o clube do Parque São Jorge pode vender o atacante para a Europa a qualquer momento.

Pato não pode defender o São Paulo no Campeonato Paulista porque já excedeu o número de jogos pelo time corintiano permitido no regulamento. Para o Corinthians, é bom que o atacante vá muito bem no São Paulo. Assim ele poderia ser negociado com o futebol europeu, diminuindo o prejuízo provocado pela sua contratação. Há um ano, o Corinthians comprou Pato por 40 milhões de reais, e nem sequer acabou de pagar este valor ao Milan. Os presidentes Mário Gobbi e Juvenal Juvêncio selaram a transferência na noite de quarta. O corintiano revisou os últimos detalhes no Pacaembu, durante o jogo contra o Bragantino. O clube afirma que a invasão do CT por vândalos no fim de semana não foi o motivo da saída de Pato.

Os dirigentes dizem ter iniciado a negociação com o São Paulo há uma semana, no dia seguinte à goleada sofrida para o Santos por 5 a 1. O Corinthians tentou negociar Pato com outros clubes, como Cruzeiro e Grêmio. Foi sondado pelo Flamengo e pela Juventus, da Itália, que queria o atleta emprestado de graça. Gobbi elogiou a qualidade do atleta – e, ao ser questionado sobre o fracasso do atacante no Corinthians, disse que não sabia explicar o motivo. “Por que não deu certo no Corinthians? Poxa vida, é porque o futebol tem essas nuances, esses mistérios. Pato é um grande jogador, não foi uma decepção de jeito nenhum. Ele é um craque. E a saída é temporária, porque ele tem contrato até 2016. O Corinthians investiu milhões de euros por ele. O Pato é patrimônio do clube.”

Mesmo com a possibilidade de recuperar o investimento caso Pato emplaque no São Paulo e atraia o interesse dos clubes europeus, o Corinthians ainda deverá ter novas dores de cabeça por causa do atacante. Um conselheiro presente ao Pacaembu na quarta foi procurar o diretor de futebol Ronaldo Ximenes para questioná-lo sobre o negócio. A maior queixa não era o clube se livrar de Pato, mas sim reforçar um rival e ainda pagar parte do salário do atleta. Além de Pato, outros jogadores que vinham desagradando à torcida estão de saída do clube. Ibson, muito vaiado sempre que entrava em campo, foi para o Bologna. Douglas foi cedido ao Vasco na noite de quarta. Depois de Pato, o meia Danilo e o atacante Emerson Sheik também deverão deixar a equipe.

(Com Estadão Conteúdo)