Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mesmo chegando atrasado, Cielo vence os 100m livre

O nadador Cesar Cielo foi mais uma vez o vencedor da prova de 100m livre, nesta quinta-feira, no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro. O atleta, que já havia faturado a medalha de ouro no Brasileiro Sênior de Natação, com 48s52, melhorou a marca no Torneio Open, com o tempo de 48s42. Nicolas Oliveira foi o segundo e alcançou o índice olímpico, com o 48s71. Marcelo Chieriguini fez o tempo de 49s22 e ficou com o bronze na prova.

‘Fiquei muito feliz pelo Nicolas, que é meu companheiro nos 100m livre desde moleque. Ele vinha tendo dificuldades nessa prova desde o Mundial de Roma, em 2009, mas agora, com os tempos que ele vem fazendo, já vejo o revezamento 4x100m do Brasil como um time mais forte, não sei se para medalha, mas forte’, analisou Cielo.

A medalha de Cesar Cielo veio depois de um susto na manhã desta quinta-feira. O nadador paulista se atrasou e não conseguiu pegar o transporte do clube, que o levaria até a competição. A solução foi pegar um taxi, que o deixou no Parque Aquático faltando 30 minutos para o início da prova.

‘Foi a primeira vez na vida que isso aconteceu comigo. Eu apertei o botão, achando que tinha colocado na soneca, e acabei desligando o relógio. Não deu tempo para aquecer direito, coloquei a bermuda correndo’, explicou Cielo, que quando acordou já era para estar a caminho do torneio.

Cesar Cielo também aproveitou a competição para refletir sobre a temporada 2011. ‘Foi muito bom. Estou mais experiente tecnicamente, evoluí bastante. Entro no ano olímpico com melhor forma física e também melhor de cabeça’, observou.

O nadador é mais uma vez um dos indicados para o prêmio Brasil Olímpico, que homenageia o melhor atleta do ano. ‘Esta é a quarta indicação e estou muito orgulhoso. Ganhei duas vezes. No ano passado, perdi para o Murilo, do vôlei, e só de estar sendo nomeado já é muito bacana. Estou na briga e fico feliz por ser alguém da natação. Acho que o Felipe França, que foi campeão mundial, também poderia estar lá’, encerrou.