Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mesatenista chinesa naturalizada vai representar Brasil em Londres

Nesta segunda-feira, a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) divulgou os últimos dois atletas que vão representar o Brasil na modalidade, durante a disputa das Olimpíadas de Londres. A chinesa Gui Lin, que se naturalizou brasileira, foi uma das escolhidas. Thiago Monteiro foi o segundo convocado. Jessica Yamada era a concorrente de Lin para a vaga.

‘A escolha da terceira atleta foi muito difícil, porque tanto Jessica como Gui Lin mostraram muitas virtudes nesses últimos dois anos. Jessica cresceu muito como atleta em todos os aspectos: fisicamente, tecnicamente e principalmente na parte mental. É excelente para o grupo e com certeza evoluirá muito nesses próximos anos’, afirmou o coordenador técnico da entidade, Lincon Yasuda. ‘Com relação à Gui Lin, mesmo não tendo a oportunidade de competir oficialmente pelo Brasil, ela participou de toda a programação das seleções adulta e juvenil. Mesmo quando fora de competição, ajudou a elevar o nível do grupo, mostrando qualidade e cooperação’, ressaltou.

A chinesa naturalizada brasileira tem 18 anos de idade e chegou ao Brasil há seis anos. A mesatenista tem como seu treinador a maior estrela do tênis de mesa nacional: Hugo Hoyama. Desde 2008, Gui Lin não perdeu sequer uma partida no Circuito Copa do Brasil. A atleta ganhou sete medalhas de ouro no rating A e outros quatro títulos do Campeonato Brasileiro.

O segundo convocado, Thiago Monteiro, já disputou dois Pan-Americanos, no Rio de Janeiro, em 2007, e em Guadalajara, em 2011, e dois Jogos Olímpicos, Atenas, em 2004, e Pequim, em 2008. Cazuo Matsumoto, líder do ranking nacional, acabou sendo descartado.

‘Nós não temos mais lugar em individual, somente por equipes. Portanto, o objetivo é inscrever o melhor time possível, de acordo com o formato olímpico. Não quero falar individualmente a respeito de nomes, nossa missão é decidir o melhor para o interesse coletivo do Brasil’, disse Jean-René Mounie, comandante do time masculino.

Além dois últimos dois convocados, o Brasil já havia classificado Lígia Silva, Caroline Kumahara, Hugo Hoyama e Gustavo Tsuboi para integrar o elenco do tênis de mesa.