Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Meia uruguaio garante não ter rancor de adversário que quebrou sua perna

Bogotá, 21 nov (EFE).- O meia uruguaio José Luis Tancredi, do Millonarios, que se recupera da fratura de tíbia e perônio sofrida no último sábado, no jogo diante do América de Cali, garantiu que não sente rancor de Andrés Cadavid, que o acertou com um carrinho por trás, causando a lesão.

‘A única coisa que passa pela minha cabeça é começar a recuperação em breve. Quero encurtar os prazos e voltar a fazer o que gosto: jogar futebol’, declarou Tancredi diretamente de seu leito no Hospital Universitário San José, de Bogotá, segundo o site oficial do Millonarios.

‘Ele (Andrés Cadavid) veio me visitar, disse que não queria me machucar e me pediu desculpas. Também me ligou depois da operação, e eu lhe disse que podia ficar tranquilo, que isso são coisas do futebol. Não tenho rancores, apesar de eu ter que enfrentar a pior parte sozinho’, acrescentou o atleta de 28 anos.

Além disso, o uruguaio disse que a parte mais complicada de todo o processo foi tranquilizar seus familiares em Montevidéu.

‘Meus pais estavam vendo o jogo e ficaram bastante impressionados e triste pelo que aconteceu, ainda mais ao me verem assim, na maca e após uma dura pancada. Mas falei com eles para ficarem tranquilos e que a operação tinha sido bem-sucedida. A voz de apoio dos meus pais, da minha esposa (Paola), do meu filho (Mateo, de 4 anos), dos amigos do Millonarios e dos torcedores é boa nestes momentos’, considerou.

Tancredi, que foi contratado pela equipe de Bogotá no começo da atual temporada, deverá ficar longe dos gramados por quatro meses, confirmou o médico do clube, Edgar Muñoz. EFE