Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Medina e Toledo estão entre os 10 surfistas mais bem pagos

Campeão de 2014 e terceiro colocado desta temporada, Medina ficou atrás apenas do havaiano John John Florence, o mais rico de 2016

A “Brazilian Storm” (Tempestade Brasileira, em inglês) tem dois representantes na lista dos dez surfistas mais bem pagos do esporte em 2016. Segundo levantamento da revista Stab Magazine, que levou em consideração os prêmios da Liga Mundial de Surfe, além de valores de patrocínio, Gabriel Medina e Filipe Toledo, o Filipinho, receberam rendimentos milionários no último ano.

Campeão mundial de 2014 e terceiro colocado em 2016, Medina é o mais rico entre os brasileiros. Com um total de 5,5 milhões de dólares (17,5 milhões de reais) acumulados e a trás apenas do campeão da temporada, o havaiano John John Florence, com 6,1 milhões de dólares (19,5 milhões de reais) recebidos no ano passado, Medina aparece no segundo lugar.

Filipe Toledo durante o round 3 masculino do Oi Rio Pro Filipe Toledo foi o 10º na Liga Mundial de 2016

Filipe Toledo foi o 10º na Liga Mundial de 2016 (Sebastian Rojas/FramePhoto/Folhapress)

Já Filipinho é o sétimo surfista mais bem pago de 2016. O paulista de 21 anos terminou em 10º no Mundial e faturou 1,6 milhão de dólares (5,15 milhões de reais).

O sistema de premiação da Liga Mundial de Surfe (WSL) distribui valores conforme a posição dos atletas em cada uma das 11 etapas do torneio. Os campeões tem um prêmio equivalente a 321.000 reais, enquanto os perdedores da primeira etapa e da repescagem ficam com algo próximo de 28.000 cada.

Alista do 10 surfistas mais bem pagos de 2016:

1. John John Florence (HAV) US$ 6.1 milhões

2. Gabriel Medina (BRA) US$ 5.5 milhões

3. Jordy Smith (AFR) US$ 3 milhões

4. Mick Fanning (AUS) US$ 2.8 milhões

5. Kolohe Andino (EUA) US$ 2.6 milhões

6. Julian Wilson (AUS) US$ 2.3 milhões

7 Filipe Toledo (BRA) US$ 1.6 milhão

8. Stephanie Gilmore (AUS) US$ 1.4 milhão

9. Carissa Moore (HAV) US$ 1.1 milhão

10 Jack Freestone (AUS) US$ 1 milhão

(com Gazeta Press)