Clique e assine a partir de 9,90/mês

Medalhistas japoneses iniciarão trajeto da tocha olímpica em 2020

Segundo a imprensa local, a maratonista Mizuki Noguchi será a primeira do país a fazer o percurso que antecede a abertura dos Jogos de Tóquio

Por Da Redação - Atualizado em 30 jul 2020, 19h35 - Publicado em 11 nov 2019, 18h08

A tocha que acenderá a pira do Estádio Olímpico de Tóquio, marcando o início dos Jogos de 2020, começa sua peregrinação no dia 12 de março de 2020, na Grécia. Segundo a imprensa local japonesa, a ex-maratonista Mizuki Noguchi, de 41 anos, será a primeira atleta do país-sede da próxima Olimpíada a tocar na tocha.

Noguchi foi medalha de ouro na Olimpíada de Atenas, em 2004, e também terá a companhia de outras duas lendas do esporte: o judoca Tadahiro Nomura, tricampeão olímpico entre 1996 e 2004, e a lutadora Saori Yoshida, dona de quatro medalhas nas últimas edições dos Jogos (ouro em Atenas-2004, Pequim-2008 e Londres-2012; prata nos Jogos do Rio de Janeiro, em 2016).

Embora não tenha confirmado a participação dos atletas japoneses, os organizadores dos Jogos de Tóquio já divulgaram a programação completa do percurso que a tocha olímpica percorrerá: os primeiros oito dias do trajeto, a partir de 12 de março, serão na Grécia.

Em seguida, a tocha viajará para o Japão, onde permanecerá em trânsito durante 121 dias até a abertura da Olimpíada, marcada para o dia 24 de julho.

A tocha olímpica de 2020 é feita de alumínio reciclado, coberto pela cor dourada e com design inspirado nas flores da cerejeira, árvore que é um dos símbolos do Japão. As cinco pétalas desenhadas na ponta da tocha fazem referência aos anéis olímpicos.

Continua após a publicidade
Publicidade