Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

McLaren F1 é vendida na Inglaterra por R$ 23 milhões

Esta versão teve apenas 64 unidades - e este foi feito para Michael Andretti

O modelo McLaren F1 chassi número 28, que pertenceu ao ex-piloto americano de Fórmula Indy e de Fórmula 1 Michael Andretti em 1995, foi vendido nesta semana em Londres por 6,2 milhões de libras (pouco mais de 23 milhões de reais). O comprador, do ramo do petróleo, não foi identificado, mas mora no Reino Unido. Antes de voltar para o território britânico, onde foi produzida, a McLaren feita sob medida para Andretti – que foi companheiro de equipe de Ayrton Senna em 1993 na F1 – foi vendida pelo piloto para um colecionador japonês. Depois, o carro ainda passou por outros dois proprietários americanos, ambos do estado da Califórnia.

Leia também:

Crossfire FB One preparado ganha motor de 400 cv

Iceni, esportivo a diesel, chega aos 305 km/h. Preço: R$ 360 mil

Novo Land Rover pode ser pilotado por controle remoto

Esta versão do McLaren F1 foi produzida entre 1993 e 1998. Só saíram da linha de montagem 64 unidades com chassi em fibra da carbono e configuradas com motor BMW V12, 6.1 litros, com mais de 620 cv, que chega à velocidade máxima de 390 km/hora. A aceleração também é de arrepiar: 0 a 100km/h em pouco mais de 3 segundos. Já tiveram modelos como esse em suas garagens figuras como o ator Rowan Atkinson (Mr. Bean), o apresentador americano Jay Leno, o estilista também americano Ralph Lauren e o ex-Beatle George Harrison.

Em 1994, quando as primeiras unidades foram vendidas, o modelo tinha preço sugerido de 540.000 libras (cerca de 2 milhões de reais pela cotação atual). Pelos 23 milhões de reais, o carro traz também um autógrafo de Andretti em um dos protetores de sol instalado no teto…