Clique e assine com 88% de desconto

Massa reconhece falha no Canadá: ‘Estou decepcionado’

Por Da Redação - 10 jun 2012, 20h42

Por AE

Montreal – Apesar do bom desempenho no GP do Canadá, neste domingo, Felipe Massa saiu decepcionado do circuito Gilles Villeneuve, em Montreal, por causa do erro que quase acabou com sua corrida. Ele rodou logo no início, após conquistar a quinta posição, e caiu para o pelotão intermediário. Ainda assim, terminou em 10º, dentro da zona de pontuação.

“Foi erro meu, lógico, de quem? Sempre os reconheço. Estou decepcionado”, admitiu o brasileiro, que segue com o emprego em risco na Ferrari. “Eu não fiz nada de diferente das voltas anteriores. Não procurei frear depois. Toquei a zebra, o carro começou a rodar e perdi o controle. Pedi desculpa à equipe no rádio e peço agora à torcida”.

O erro impediu que Massa alcançasse seu melhor resultado do ano. Antes da rodada, o brasileiro apresentava grande ritmo, cada vez mais próximo dos líderes da corrida. No entanto, acabou perdendo muitas posições, situação agravada pela sua primeira parada nos boxes logo na sequência.

Publicidade

“Precisei parar para substituir os pneus em seguida porque eles ficara ‘quadrados’ com a rodada, o carro vibrava muito”, explicou. Apesar do vacilo, Massa se mostrou otimista para as próximas provas. “O mais importante é que eu estava rápido antes de rodar e mesmo depois. Hoje (domingo) era dia para pensar em pódio”.

Seu companheiro de equipe, Fernando Alonso, também teve os planos de pódio frustrados neste domingo. Ele estava em terceiro até as voltas finais, mas perdeu duas posições em sequência em razão do forte desgaste dos pneus.

Apesar do resultado final e da estratégia falha, o espanhol se mostrou satisfeito com a coragem da Ferrari, que apostou em apenas uma parada nos boxes para chegar à vitória. “Tentamos ganhar a corrida. Estou contente e orgulhoso pela equipe porque corremos para ganhar. Seria triste se tivéssemos entrado na prova para ficar em segundo”, comentou.

“No final, a degradação dos pneus foi extrema e acabei perdendo o pódio. Pelo menos somamos mais pontos que [Jenson] Button e [Kimi] Raikkonen”, ponderou o piloto, que ocupa a segunda colocação do campeonato, apenas dois pontos atrás de Lewis Hamilton.

Publicidade