Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marquinhos Paraná revela passado como torcedor do Santa Cruz

Marquinhos Paraná é pernambucano de Recife e já está identificado com a camisa do Sport em menos de cinco meses defendendo a equipe. O passado, no entanto, condena, como diz o ditado popular. O volante titular do Leão da Ilha assumiu, nesta quinta-feira, ter sido torcedor do Santa Cruz de freqüentar arquibancadas durante a infância e a adolescência.

A revelação bombástica foi feita a apenas três dias da primeira partida válida pela final do Campeonato Pernambucano, que é justamente entre o Sport Club do Recife e o Santa Cruz Futebol Clube, no estádio do Arruda, às 16 horas (de Brasília).’Uma das partidas que lembro foi uma final em que o Santa precisava ganhar do Náutico, mas começou perdendo (1993). Antes de terminar o primeiro tempo, eu já estava saindo do estádio com meu pai. Só quando chegamos em casa é que descobrimos que um atacante tinha feito o gol da virada’, disse o jogador, relembrando o passado tricolor.

O jogador de 34 anos garante, porém, que o profissionalismo vem em primeiro lugar em qualquer circunstância: ‘Aqueles que me conhecem sabem que eu sou extremamente profissional. Sempre me dediquei ao máximo em todos os clubes e aqui não será diferente. Como todos os meus companheiros, estou muito empenhado na busca por este título’.

Segredo – De olho na decisão do Estadual, o técnico Mazola Júnior fechou as portas do treinamento desta quinta-feira, em Paulista. A grande surpresa é a divulgação da postura de última hora. Do outro lado, Zé Teodoro tomou a mesma atitude e não revelou quem entra em campo.