Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marfinense desmente ter chorado no hino por causa do pai

Diário britânico Daily Mail havia afirmado que morte ocorrera horas antes da partida contra a Colômbia

O meio-campista Geoffroy Serey Dié, da Costa do Marfim, se emocionou durante a execução do hino nacional de seu país, na derrota para a Colômbia por 2 a 1, em Brasília. Logo após a partida, o diário britânico Daily Mail noticiou que o choro do atleta de 29 anos se devia ao fato de ele ter perdido o pai duas horas antes da partida. Por meio das redes sociais, Serey Dié negou a história e disse que suas lágrimas foram de emoção por disputar um Mundial. “Olá, apenas quero dizer que é errado o que todos dizem, que me emocionei por causa do meu pai, porque ele morreu em 2004. Foi apenas a emoção por estar em uma Copa do Mundo e servir o meu país, a Costa do Marfim. Nunca pensei um dia estar nesse nível de competição”, escreveu o atleta que pertence ao Basel, da Suíça. No entanto, Serey Dié teve atuação bastante negativa na partida. Aos 24 minutos da segunda etapa, ele foi desarmado por James Rodriguez no meio-campo, no lance que originou o segundo gol colombiano, marcado por Quintero.