Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marcus Vinícius Freire deixa o COB após 18 anos

Ex-jogador de vôlei era o diretor executivo da entidade e decidiu, em acordo com o presidente Carlos Arthur Nuzman, deixar o cargo

Marcus Vinícius Freire deixou o Comitê Olímpico do Brasil (COB) depois de 18 anos. Nesta sexta-feira, o ex-jogador de vôlei foi demitido do cargo de diretor executivo de esporte da entidade, após reunião  com o presidente Carlos Arthur Nuzman. O desligamento de Marcus Vinicius foi anunciado pela entidade por meio de um comunicado em seu site oficial.

O COB informa que “conforme planejado, em comum acordo”, a missão estabelecida anteriormente entre Nuzman e Marcos Vinicius foi cumprida, e que ambos “vão seguir caminhos profissionais separados, no próximo ciclo olímpico.”

Ao site de VEJA, Marcus Vinícius revelou que irá estudar nos Estados Unidos. “Vou passar um período sabático e no início de 2017 farei um curso na Singualrity University, no Vale do Silício. Na volta, pretendo definir em que novos projetos vou me engajar.”

Marcus Vinícius, de 53 anos, integrou a chamada “Geração de Prata” do vôlei brasileiro ao conquistar a segunda colocação nos Jogos de Los Angeles-1984. Ele trabalhava no COB desde 1998 – os primeiros dez anos como voluntário e os últimos oito como executivo.

“A missão desenvolvida por Marcus Vinicius e sua equipe, na preparação e na condução do Time Brasil, durante os Jogos Olímpicos Rio 2016, foi excelente e cumpriu os objetivos estabelecidos. Quero deixar expressos o meu agradecimento e amizade ao Marcão por toda sua dedicação e profissionalismo”, disse o Presidente Carlos Nuzman.

“Com a missão cumprida e resultados superiores a todos os anteriormente conquistados em Jogos Olímpicos, entendo ser esse o momento para seguir novos caminhos. Só deixo amigos no COB, especialmente o Presidente Nuzman, que é meu amigo há 40 anos, desde minha época de Atleta. Tenho orgulho de ter liderado o Time Brasil, na preparação para os Jogos Olímpicos Rio 2016”, completou Marcus Vinicius.

Marcus Vinicius Freire Marcus Vinícius Freira durante evento ‘Abril no Rio’, em julho de 2016

Marcus Vinícius Freira durante evento ‘Abril no Rio’, em julho de 2016 (Marcos Michael/VEJA)