Clique e assine a partir de 8,90/mês

Marcos descarta virar presidente e admite momento melhor de Deola

Por Da Redação - 18 out 2011, 16h34

O goleiro Marcos não deve atuar em muitas partidas até o fim do ano. O ídolo do Palmeiras, que nem pensa na hipótese de virar presidente do clube um dia, explica que Deola merece ser titular neste momento.

‘Eu podia estar jogando se quisesse, mas junto com o Pracidelli (preparador de goleiros) e o Felipão, chegamos à conclusão de que o momento é do Deola. Não quero estar no gol por nome. Ele está em condição física e técnica melhor’, afirmou o goleiro, ao Estado de S. Paulo.

Como diminuiu a carga de treinos para suportar as dores no joelho esquerdo, Marcos reconhece que ganhou peso. Apesar da situação, o camisa 12 ainda não confirma oficialmente o encerramento da carreira para o fim deste ano.

O goleiro já avisou que sua intenção é de se aposentar em dezembro, mas ainda pode conversar com a diretoria. No entanto, mesmo se deixar os gramados, Marcos nem pensa na hipótese de virar presidente do clube.

‘Deus me livre! Ainda mais do jeito que é a política no Palmeiras. Lá tem 15 milhões de patrões. É uma das posições mais difíceis do mundo. Às vezes é mais difícil do que ser presidente do Brasil’, completou.

Continua após a publicidade
Publicidade