Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Marcos Assunção rechaça hipótese de elenco querer ‘derrubar Felipão’

Por Da Redação 10 nov 2011, 07h47

O volante Marcos Assunção está assumindo o papel de líder do elenco do Palmeiras nesta fase difícil da temporada. Com a saída de Kleber e as ausências nos jogos de Marcos e Valdivia, o meio-campista sabe que precisa chamar a responsabilidade e aproveita para negar problemas do grupo com o técnico Luiz Felipe Scolari.

‘Não temos nenhum tipo de problema aqui, mas ficam falando essas coisas quando um time grande passa por situação como esta. Se estivéssemos brigando por título ou Libertadores, não sairia na imprensa que temos problema com Felipão. Precisamos de muito cuidado com o que falamos. De repente, conversamos com um amigo e as pessoas interpretam mal. Depois, sai que o grupo está fazendo coisas para derrubá-lo, mas não é isso. Nunca fiz isso na minha carreira e nem vou fazer’, comentou.

Sem vencer há oito rodadas no Campeonato Brasileiro, Marcos Assunção avisa que os jogadores também têm culpa e alerta que a responsabilidade pela má fase não pode ser dada apenas a Felipão.

‘Cada um tem que assumir um pouco da responsabilidade, não adianta colocar só para o treinador. Ele arma o esquema para fazermos o melhor e, se chega na hora e não fazemos o que foi passado, fica difícil. Não é porque não queremos, nós tentamos e não conseguimos. Nós, jogadores, temos culpa também e assumimos uma parte disso’, comentou.

A próxima partida do Palmeiras neste Brasileirão será no domingo, diante do Grêmio, em Porto Alegre. O time alviverde busca um triunfo para se livrar definitivamente de qualquer risco de rebaixamento.

Continua após a publicidade
Publicidade