Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Marcos Assunção admite frustração por ano sem título no Palmeiras

Por Da Redação 12 out 2011, 07h19

Os jogadores do Palmeiras sabem que o clube praticamente deu adeus ao sonho de título no Campeonato Brasileiro. Por isso, o volante Marcos Assunção admite estar decepcionado por passar mais uma temporada sem conquista.

‘É meu segundo ano aqui e não ganhei nada ainda. Fico frustrado sim, assim como meus companheiros, a diretoria, o treinador e a torcida. Se a última coisa que nos resta é a vaga na Libertadores, vamos dar tudo para conseguir’, comentou.

Assunção deu entrevista na Academia de Futebol antes da agressão dos torcedores ao volante João Vitor, na terça-feira. Na visão do experiente jogador, se o clube não conseguir a vaga na próxima Copa Libertadores, é normal existir mudanças no elenco.

‘A partir de momento em que o Palmeiras termina o ano sem conseguir nada, é correto ter reformulação, porque vários anos se passaram e o clube não ganhou. Quando as coisas não vão bem, é normal ter mudança. Isso acontece em qualquer esporte’, comentou.

O time ocupa o modesto nono lugar no Brasileirão, com 40 pontos. No entanto, Marcos Assunção defendeu a permanência do técnico Luiz Felipe Scolari, que tem contrato até dezembro de 2012.

‘Por mim, ele tem de ficar. Assim como eu, também não conseguiu nada (neste retorno), mas é um cara que deve continuar, porque ele briga pelo Palmeiras. Nós, jogadores, é que devemos sair se não conseguirmos o objetivo’, completou.

Continua após a publicidade

Publicidade