Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Márcio e Pedro Solberg e Benjamin e Bruno Schmidt estão na semi

As semifinais masculinas do primeiro Grand Slam do Circuito Mundial de Vôlei de Praia terão duas potencias da modalidade frente a frente. De um lado, o Brasil, representado por Márcio e Pedro Solberg e Benjamin e Bruno Schmidt. De outro, os Estados Unidos, defendidos por Rogers e Dalhausser e Gibb e Rosenthal.

Na primeira semifinal do torneio realizado em Xangai, Márcio e Pedro jogarão contra Gibb e Rosenthal. Uma hora depois, Benjamin e Bruno terão pela frente os campeões olímpicos Rogers e Dalhausser. As duplas vencedoras das partidas decidirão o título às 4 horas (de Brasília) de domingo.

Para chegar à segunda semifinal em três etapas na atual temporada, Márcio e Pedro Solberg venceram as duas partidas disputadas na madrugada deste sábado, ambas sem perder sets. Nas oitavas, os brasileiros superaram os alemães Erdmann e Matysik por 21/18 e 21/17. Nas quartas, bateram os compatriotas Alison e Emanuel 21/19 e 23/21.

‘Foi um jogo duro. É muito complicado, porque precisamos manter a concentração sempre, em cada jogada. Jogamos muito unidos e nos recuperamos juntos dos erros que cometemos. Isso fez a diferença’, analisou Márcio. Nas oitavas, jogo que marcou o 500triunfo de Alison, a dupla nacional bateu os alemães Klemperer e Koreng por 21/17 e 21/18.

Já a classificação de Benjamin e Bruno Schmidt às semifinais é resultado da série de vitórias que a dupla alcançou e Xangai. Os brasileiros iniciaram a disputa no country-cota na terça-feira, e desde então, venceram oito jogos consecutivos no Grand Slam chinês.

Neste sábado, Benjamin e Bruno superaram a dupla da casa, formada por Xu e Wu, por 2 sets a 1, com parciais de 22/20, 18/21 e 15/10. Nas quartas, os brasileiros garantiram vaga na próxima fase com uma vitória sobre os holandeses Boersma e Spijkers por 21/10 e 21/15.

Ricardo e Pedro Cunha, por outro lado, não passaram das oitavas de final e terminaram apenas na nona colocação da etapa. A dupla brasileira perdeu para Gibb e Rosenthal por 2 sets a 0, com parciais de 21/23 e 19/21, ficando de fora das semifinais pela primeira vez no ano.