Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marcelo Oliveira se irrita com falhas em tropeço do Palmeiras

Treinador considerou primeiro gol do São Bento como 'ridículo' e adiantou que Leandro Almeida, que falhou no segundo, perderá vaga de titular

O técnico do Palmeiras, Marcelo Oliveira, deixou o gramado do Pacaembu bastante decepcionado com a equipe após o empate em 2 a 2 com o São Bento, pela segunda rodada do Campeonato Paulista, na noite desta quinta-feira. O tropeço palmeirense ficou marcado pela falha do zagueiro Leandro Almeida, que entregou a bola nos pés de Morais e ainda levou um drible desconcertante no gol do meia, o segundo da equipe de Sorocaba.

Marcelo Oliveira até tentou defender o atleta, lembrando que ele próprio promoveu a estreia de Leandro Almeida como profissional, no Atlético-MG, mas avisou que o jogador perderá a vaga de titular na próxima partida, contra o Oeste, na próxima quarta-feira. “Ele foi muito infeliz hoje. Tem o apoio de todos, trabalha bastante, mas temos que olhar para o todo. Possivelmente, vou dar chance para outro jogador até que o Edu Dracena volte e fazer com que o Leandro treine ainda mais e se prepare melhor”, disse o treinador palmeirense no Pacaembu.

Inter vence Recopa Gaúcha na despedida de D’Alessandr

Oliveira deixou claro que, apesar das constantes críticas sofridas pelo time pelo excesso de “chutões” para frente, considera que há horas em que o zagueiro deve jogar com mais simplicidade. “Tem momento que o zagueiro tem que dar um chute logo. Não dá para sair jogando, vai e joga com o Barrios lá na frente, que seria uma forma de tirar a bola e ainda poderia criar uma jogada.”

O companheiro de zaga Vitor Hugo saiu em defesa do Leandro Almeida “Temos que abraçar e dizer que estamos juntos com ele. Eu errei também no ano passado e com o apoio de todos, vi a diferença que faz. Estamos juntos com ele e todo mundo que está dentro de campo é passível de erro. Ele vai passar por cima dessas coisas e nos ajudar muito ainda.”

Leandro Almeida, no entanto, não foi o único alvo de críticas de Marcelo Oliveira, que se irritou muito com o gol de empate marcado por Éder, após cobrança de escanteio. “Alguém, por desatenção, deu a chance para o São Bento mudar o jogo. Nosso time tinha uma média de altura maior que o adversário, mas não aproveitamos, tanto que levamos um gol ridículo.”

Com quatro pontos, o Palmeiras lidera o Grupo B do Paulistão, ao lado do São Bernardo. O Corinthians, que venceu nesta quinta-feira o Audax, em Osasco, por 1 a 0, com gol do lateral Uendel, é o único time com duas vitórias em duas rodadas e lidera o Grupo D com seis pontos.

(da redação)