Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marcelo Mattos alfineta Flu ao falar do Botafogo

Por AE

Rio – O volante Marcelo Mattos não escondeu, nesta terça-feira, o incômodo ao falar sobre a brusca queda de rendimento do Botafogo na reta final do Campeonato Brasileiro do ano passado. Após aparecer como um sério candidato ao título e virar líder em certo momento do segundo turno, a equipe fechou a competição na nona colocação. Ao comentar o assunto antes do início da temporada de 2012, o jogador acabou alfinetando o Fluminense, que garantiu vaga na Libertadores ao encerrar o torneio nacional na terceira colocação.

Para o jogador, as cobranças em relação ao time foram naturais, mas ele mostrou ironia ao comentar o apelido que os torcedores do Fluminense deram aos atletas da equipe após o time se livrar de forma heroica do rebaixamento no Brasileirão de 2009. Para ele, a cobrança ao Botafogo no final do ano passado foi maior do que se a equipe estivesse lutando para não ser rebaixada.

“Tem essa pressão normal pelo que a gente fez ano passado, a confiança de demos ao torcedor. Poderíamos levar o título de verdade, não levamos e agora eles cobram essa condição, o gostinho que ficou. É natural, positivo, e é diferente de termos estado em baixa. Se tivéssemos escapado do rebaixamento, teríamos sido chamados de guerreiro”, reclamou Marcelo Mattos.

O atleta, porém, admite que o Botafogo precisa evoluir em relação ao ano passado e não cometer os mesmos erros que fizeram o time fechar a temporada de forma melancólica. Para isso, ele aposta no fato de o clube ter conseguido manter a maior parte dos jogadores do seu elenco, apesar das saídas de atletas como os laterais Cortês, hoje no São Paulo, e Alessandro, dispensado. “A manutenção da base pode ser nosso diferencial. A vinda do (meia) Andrezinho (ex-Internacional) também pode acrescentar muito. Vamos tentar melhorar e não dar mais aquela bobeira que demos no final do ano passado”, opinou.