Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Marcelo ignora protesto do Betis contra árbitro em vitória do Real

Por Da Redação - 10 mar 2012, 21h25

O lateral esquerdo Marcelo preferiu minimizar as reclamações do Betis contra a arbitragem na derrota deste sábado na cidade de Sevilha. O ala da Seleção Brasileira diz que o apitador Iturralde González não pode ser crucificado em função dos lances duvidosos que teriam beneficiado seu time, o Real Madrid.

O Betis reclama de dois pênaltis na etapa complementar, que teriam sido cometidos por Xabi Alonso e Sergio Ramos com toques de mão dentro da área. O último lance duvidoso ocorreu, aliás, nos acréscimos do segundo tempo.

‘Não podemos entrar no tema dos árbitros, uma vez eles se equivocam para nós, outras vezes para o adversário’, comparou Marcelo.

Ao Real Madrid, a ordem é comemorar a décima vitória seguida no Campeonato Espanhol. O clube termina o dia com 13 pontos de vantagem sobre o vice-líder Barcelona, que entra em campo neste domingo.

Publicidade

‘Temos de trabalhar a cada partida, será uma guerra a partir de agora’, encerrou Marcelo, sem antecipar comemorações mesmo com a proximidade do título do Campeonato Espanhol.

Publicidade