Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marcelo é criticado por rival por comemorar gol com pirueta

Jogador de equipe de terceira divisão acha que o brasileiro abusou ao festejar

“Somos jogadores da terceira divisão, estamos perdendo por 3 a 1. Não me parece legal ele sair por aí dando rodopios”, disse Muñoz

O lateral esquerdo Marcelo, titular da seleção na última Copa do Mundo, já carrega a fama de “marrento” na Espanha – e seu comportamento no jogo entre Real Madrid e Cornellá, na quarta-feira, pela Copa do Rei, não ajudou o brasileiro a mudar sua reputação. O atual campeão europeu enfrentava uma equipe da terceira divisão do Campeonato Espanhol e já vencia com extrema facilidade quando Marcelo marcou o quarto gol do Real no jogo. Na comemoração, o brasileiro deu um salto mortal antes de sair correndo até o banco para fazer a festa com James Rodriguez, se jogando sobre o colombiano. O jogo terminou com vitória do Real por 4 a 1, e o autor do único gol do Cornellá criticou o lateral, dizendo que sua comemoração foi vista como exagerada e debochada pelos atletas de sua modesta equipe.

Leia também:

Jogador de 23 anos morre após festejar um gol com pirueta

Mal-entendido leva técnico do Real Madrid a atacar Blatter

Barcelona, o clube que mais forma atletas de primeiro nível

“Achei a celebração dele excessiva”, disse Óscar Muñoz, que divide a carreira esportiva com a universitária (estuda para ser farmacêutico). “Somos jogadores da terceira divisão, estamos perdendo por 3 a 1. Não me parece legal ele sair por aí dando rodopios”, completou o jogador do Cornellá. Muñoz ainda disse que o Real “não tinha acabado de ganhar a Liga dos Campeões para ele celebrar daquela maneira”. Ainda segundo o espanhol, Marcelo respondeu dizendo que comemorou daquele jeito porque ele não marca muitos gols. Depois de ser reserva do português Coentrão em boa parte da temporada passada, Marcelo vive bom momento no Real e soma seis assistências na atual temporada. O jogo de quarta foi sua 200ª vitória vestindo a camisa do time de Madri.

(Com agência Gazeta Press)