Clique e assine a partir de 9,90/mês

Maradona volta atrás, e anuncia que continuará como técnico do Gimnasia

O ex-craque argentino mudou de ideia após os candidatos às eleições presidenciais do clube aceitaram fazer um mandato de unidade

Por EFE - Atualizado em 21 nov 2019, 23h37 - Publicado em 21 nov 2019, 23h34

Menos de 48 horas após ter anunciado a renúncia ao cargo de técnico do Gimnasia La Plata por falta de unidade na cúpula do clube, Diego Maradona voltou atrás e avisou que continuará no posto.

“Estou muito feliz por poder dizer que continuo sendo técnico do Gimnasia La Plata. Quero agradecer à torcida e aos jogadores porque todos, finalmente, conseguimos a unidade política do clube”, escreveu o treinador nas redes sociais.

View this post on Instagram

Me da mucha felicidad poder decir que sigo siendo el director técnico de Gimnasia y Esgrima La Plata. Quiero agradecerle a los hinchas del Lobo, y a los jugadores, porque entre todos nosotros conseguimos finalmente la unidad política del club. Yo espero que cumplan con todo lo que me prometieron. Gracias por sus mensajes, por el apoyo, por la movilización de ayer, con 50 grados de calor, y al nenito que me pidió "Diez, volvé!". Vamos Lobo, aguante Gimnasia!!! 💪💙🐺

A post shared by Diego Maradona (@maradona) on

Continua após a publicidade

Em entrevista à “Fox Sports”, o empresário de Maradona, Cristian Bragarnik, disse que “Diego tomou a decisão de seguir no Gimnasia e retomar o trabalho que tão exitosamente tinha assumido”.

“A mensagem de Diego foi muito clara, e o comunicado também. Óbvio que há interpretações quando há interesses políticos. Ele é agradecido a (Gabriel) Pellegrino (atual presidente), que o trouxe ao futebol argentino”, detalhou.

A decisão de Maradona mudou nesta quinta-feira, 21, quando os candidatos às eleições presidenciais do clube, que serão disputadas no próximo sábado, Salvador Robustelli e Mariano Cowen, aceitaram fazer um mandato de unidade que inclua Gabriel Pellegrino.

“Ao saber que foram dadas todas as condições que pediu, ele vai continuar”, acrescentou o assessor jurídico de Maradona, Matías Morla.

Além de agradecer aos seguidores pela mobilização a seu favor, Maradona pressionou a diretoria: “Espero que entreguem os reforços que prometeram”, alertou.

Continua após a publicidade
Publicidade