Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Maradona joga tênis com Del Potro em Dubai

Astro argentino assistiu à vitória de seu compatriota em torneio e depois bateu uma bolinha, para alegria dos fãs

Por Da Redação 27 fev 2013, 18h49

Nos bastidores, Maradona se encontrou com Federer e Djokovic e chamou ambos de “número 1”

Diego Maradona deu nesta quarta-feira uma demonstração de suas habilidades… no tênis. O ídolo argentino esteve nas arquibancadas do Torneio de Dubai, que reúne astros como Novak Djokovic e Roger Federer, para torcer por seu compatriota Juan Martín del Potro, número 7 do ranking mundial – que não teve muita dificuldade para vencer o indiano Somdev Devvarman por 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 6/4, e avançar às quartas de final do torneio.

Após a partida, Maradona desceu para cumprimentar Del Potro e foi convidado a entrar na quadra para disputar alguns pontos. Fora de forma, ele divertiu o público com suas raquetadas e saiu ovacionado. Depois, nos bastidores, se encontrou Federer e Djokovic e disse aos dois, separadamente, que os considera “o número 1”.

Leia também:

Maradona culpa Napoli por dívida fiscal de 40 milhõs de euros

“Foi um prazer dividir esse momento com Diego. Todos nós, argentinos, o amamos, ele sempre será nosso maior esportista. Até que ele jogou bem, não como fazia no futebol, mas pudemos trocar algumas bolas e ter um momento divertido”, disse Del Potro. Maradona mora em Dubai desde 2011 e treinou o Al Wasl, clube da cidade, até julho do ano passado. Ele esteve na Itália nesta semana, para reclamar de uma dívida de 40 milhões de euros cobrada pelas autoridades fiscais do país.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

O dia no torneio não teve zebras. Novak Djokovic, número 1 do mundo, passou com tranquilidade pelo espanhol Roberto Bautista Agut por 2 a 0 (parciais de 6/1 e 7/6 (7/4)), enquanto Federer, o número 2, também passou em dois sets por um espanhol, Marcel Granolles, por 6/3 e 6/4.

Continua após a publicidade
Publicidade