Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maradona agradece condolências após morte da mãe, Dona Tota

Buenos Aires, 24 nov (EFE).- O ídolo argentino Diego Maradona agradeceu nesta quinta-feira as manifestações apoio dadas por seus admiradores depois da morte de sua mãe, Dalma Franco, conhecida como Dona Tota, no último sábado.

‘Quero agradecer a todos pelo minuto de silêncio nos estádios, com todo o respeito, ao futebol argentino mundial. Agradeço também pelas condolências de nossa presidente (Cristina Kirchner) e dos moradores de Villa Fiorito (onde Maradona nasceu’, declarou ‘El Pibe’.

Em carta aberta divulgada pela imprensa local, o ex-jogador e atual treinador do Al Wasl, dos Emirados Árabes, disse que Dona Tota era mais que uma mãe para ele.

‘Morreu minha namorada, minha rainha. Mas em meu coração bate seu nome’, escreveu Maradona, que completou: ‘Te amo, Tota. Para toda a vida. Nos vemos no céu’.

O astro também se mostrou grato ao Boca Juniors, clube com o qual tem muita identificação, e principalmente à grande estrela da equipe de Buenos Aires, o meia Juan Román Riquelme, com quem teve problemas quando dirigiu a seleção argentina.

‘Quero agradecer às pessoas do Boca Juniors e ao senhor Riquelme por ter cancelado a merecida homenagem que receberia (pelos 15 anos de carreira). Espero que ela seja realizada em breve’, acrescentou na carta.

Dalma Franco morreu no último sábado, aos 82 anos por uma afecção cardíaca. Maradona viajou em caráter de urgência de Dubai para chegar ao velório e ao sepultamento em um cemitério particular da cidade de Bella Vista, na província de Buenos Aires. EFE