Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maracanã: hora de decidir os próximos 35 anos do gigante

Audiência pública na quinta discute regras da concessão do Maracanã. Com itens polêmicos, proposta atrai críticas, mas não deve ter grandes alterações

A IMX, de Eike Batista, e a Traffic, de grande tradição nos negócios do esporte, estão entre as prováveis candidatas a administrar o estádio

O país-sede da Copa das Confederações de 2013 e da Copa do Mundo de 2014 viverá um dia decisivo na quinta-feira. Enquanto São Paulo recebe o anúncio da confirmação das cidades-sede para o ano que vem, o Rio de Janeiro discute o futuro do palco da final de ambos os torneios. Uma audiência pública marcada para o fim da tarde de quinta, na Zona Portuária, colocará em debate a proposta de privatização do Estádio do Maracanã. O modelo de concessão proposto pelo governo foi apresentado no último dia 22 de outubro. Com vários itens controversos (leia mais no quadro abaixo), as regras que determinarão o uso do estádio nos próximos 35 anos do estádio ainda não estão definidas – a audiência de quinta servirá justamente para que o governo receba sugestões e propostas. Acredita-se, no entanto, que pouco mudará, mesmo com a mobilização de setores da sociedade civil que se opõem, por exemplo, à demolição de construções vizinhas ao estádio. O modelo apresentado pelo governo segue um estudo de viabilidade feito pela IMX, uma das empresas de Eike Batista. Não por coincidência, a própria IMX aparece como a candidata mais forte a obter a concessão do estádio – Eike nunca escondeu que pretendia assumir o controle do Maracanã depois que a reforma para a Copa fosse concluída. Além da IMX, a Traffic, empresa de enorme influência nos bastidores do esporte brasileiro, também planeja entrar na briga. A concessionária escolhida no processo assumirá o estádio logo que a reforma for concluída – antes, portanto, da Copa das Confederações e da Copa do Mundo. A reabertura do Maracanã está prevista para fevereiro de 2013. O estádio receberá sete partidas do Mundial, além da grande decisão do torneio de 2013, considerado o ensaio geral para a Copa.

Leia também:

Clubes são barrados na licitação para administrar Maracanã

Galeria de fotos: Composições em 360 graus do estádio antes da reforma

Novo Maracanã deverá ter vidro para separar torcidas rivais

Galeria de fotos: Momentos marcantes do estádio, palco da Copa de 1950

O novo Maracanã começa a ganhar forma para 2013 e 2014