Clique e assine a partir de 9,90/mês

Mano treina mudança de formação para jogo na Argentina

Brasil pode jogar no 4-4-2, com Neymar e Lucas no ataque, sem centroavante

Por Da Redação - 2 out 2012, 12h56

O técnico Mano Menezes já sabe qual será a escalação da seleção brasileira no reencontro com a Argentina, na noite de quarta-feira, no jogo decisivo do Superclássico das Américas, em Resistencia. Nesta terça, porém, o treinador não quis revelar os onze escolhidos para iniciar o jogo. “Não tenho dúvida nenhuma, mas vou comunicar os jogadores antes”, afirmou o treinador, durante entrevista coletiva concedida em São Paulo, no fim da manhã. A seleção pode mudar de esquema tático e adotar o 4-4-2 ou manter a formação que deu ao time a vitória no primeiro jogo do minitorneio, no mês passado, em Goiânia.

No treino desta terça, no CT do Corinthians, Mano Menezes testou duas formações. Na maioria do tempo, o time titular jogou no 4-4-2, com meio-campo formado por Ralf, Paulinho, Arouca e Thiago Neves, e só Lucas e Neymar no ataque, sem um centroavante fixo. Na etapa final do coletivo, Mano Menezes observou Leandro Damião na vaga de Arouca, retomando sua formação mais costumeira. Ainda assim, o técnico afirma que não descarta nem mesmo uma terceira alternativa. “Eu trabalhei duas no treino, mas temos a opção do jogo de ida contra a Argentina, com o Jadson na equipe. Na quarta todos saberão.”

Leia também:

‘Dona’ dos amistosos da seleção até 2022 está sob suspeita de corrupção

Continua após a publicidade

Seleção brasileira vai jogar duas vezes contra a Inglaterra no ano que vem

Mano Menezes diz aprovar a ‘raiva gostosa’ da seleção depois das vaias

Técnico da seleção testa 12º goleiro – e ainda não tem titular na posição

(Com agência Gazeta Press)

Publicidade