Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Mano diz que Kaká ficou fora por opção técnica

Por Da Redação 14 fev 2012, 11h00

O técnico Mano Menezes apostou na mesma base que vinha sendo chamada nas últimas partidas de 2011 para o amistoso contra a Bósnia, no dia 28 de fevereiro, mas o meia Kaká está fora da lista. Ele foi chamado para os últimos dois amistosos do ano passado, diante de Egito e Gabão, quando havia acabado de se recuperar de seguidas lesões. Após uma sequência de partidas pelo Real Madrid, o jogador parece não ter agradado Mano, que indicou ter feito opção técnica.

“Não tenho explicação para todo jogador que não faz parte da convocação, não deve ser essa a linha de trabalho. Tenho respeito pelo Kaká, mas é uma questão de opinião. São questões de avaliações. Talvez a sequência dele no Real Madrid tenha mostrado que ele não fez algo que eu queria ver”, disse Mano.

Outro jogador que não atravessa boa fase técnica é Ronaldinho Gaúcho. O técnico admitiu que o meia não passa por seu melhor momento, mas apontou que a convocação faz parte de um projeto a longo prazo. “Quando comecei a convocar o Ronaldo me perguntaram se era algo temporário e eu disse que era um projeto. Estou me mantendo coerente a isso. Sobre o momento dele, fui muito cobrado sobre a manutenção de uma base, sobre repetição, e sempre que tive a oportunidade disse que a próxima etapa do trabalho seria em cima disso. Então não posso ficar mudando a todo momento com base em um momento ruim, ou de atuações não tão boas. As coisas serão mais estáveis para que eu possa fazer esta repetição.”.

Mano explicou que a manutenção de uma base é importante para que a seleção tenha entrosamento, já que terá apenas um dia para treinamento, na véspera do confronto diante dos bósnios.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade

Publicidade