Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Mano conta com Ronaldinho para dar exemplo contra Gana

Por Por Steve Griffiths 4 set 2011, 16h13

O técnico da seleção brasileira, Mano Menezes, espera que sua decisão de voltar a convocar Ronaldinho ajude a equipe a reencontrar o caminho da vitória, no amistoso contra Gana nesta segunda-feira, em Londres, após sofrer a derrota por 3 a 2 contra a Alemanha.

Esta convocação surge em um momento no qual – após atravessar um período de dúvidas desde o fracasso da Copa do Mundo de 2006 na Alemanha – Ronaldinho volta a mostrar no Flamengo o grande futebol que o consagrou no passado.

Aos 31 anos, o meia, eleito melhor jogador do mundo pela Fifa em 2004 e 2005, parecia não fazer mais parte dos planos da seleção brasileira quando o ex-técnico Dunga o deixou fora da lista dos atletas que participaram da Copa do Mundo de 2010 na África do Sul.

Desde então, Mano Menezes só tinha convocado Ronaldinho uma vez, na derrota do Brasil por 1 a 0 para a Argentina, em Doha, em novembro do ano passado.

“Ronaldinho traz a experiência de ter sido campeão mundial em 2002 e desde que voltou a atuar no Brasil está jogando muito bem”, elogiou Mano Menezes. “Ele é um dos melhores jogadores da temporada e também pode ajudar a seleção”.

Mano precisa justamente de um jogador experiente para inspirar a nova geração, marcada pelo fracasso da Copa América no último mês de julho, na qual o Brasil foi eliminado nas quartas de final pelo Paraguai ao perder quatro cobranças na disputa de pênaltis.

A seleção brasileira também mostrou-se incapaz de vencer diante de grandes potências do futebol mundial. Além de perder para a Alemanha por 3 a 2 no último amistoso, disputado em agosto em Stuttgart, os comandados de Mano também foram derrotados pela França em fevereiro e pela Argentina em novembro de 2010, ambas as vezes pelo placar de 1 a 0.

Nesta segunda-feira, em Londres, os brasileiros terão um adversário de menos tradição, mas que surpreendeu ao chegar às quartas de final da Copa do Mundo de 2010 na África do Sul.

Continua após a publicidade

Esta partida contra Gana também será marcada pela volta à equipe de Marcelo, lateral esquerdo do Real Madrid, que ficou fora dos últimos jogos por desentendimentos com Mano.

“Sempre quis estar na seleção para ajudar”, declarou o lateral após ter sido convocado novamente pelo técnico.

O principal desfalque do Brasil nesta segunda-feira será Robinho, que sofreu uma lesão no púbis.

A dupla de ataque brasileira deve ser formada por Neymar e Leandro Damião, que está em grande fase com o Internacional. Ronaldinho ficará encarregado de armar as jogadas pela esquerda, ao lado Paulo Henrique Ganso.

Fernandinho, do Shakhtar Donesk, deve atuar como segundo volante ao lado de Lucas Leiva.

Na defesa, Marcelo voltaria a ser titular na lateral esquerda, com Daniel Alves jogando pela direita. Lúcio e Thiago Silva devem compor a dupla de zaga e Júlio César defenderá o gol.

Brasil e Gana já se enfrentaram numa partida amistosa em 2007, com vitória brasileira por 1 a 0.

Na Copa do Mundo disputada na Alemanha em 2006, o Brasil goleou Gana por 3 a 0, com um gol de Ronaldo. Na ocasião, o ‘Fenômeno’ tornou-se artilheiro absoluto em Copas, com 15 gols.

Continua após a publicidade
Publicidade