Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Mancini volta a exigir pedido de desculpas de Tevez

Por Da Redação 1 nov 2011, 11h02

Técnico do Manchester City, Roberto Mancini escreveu um novo episódio na novela envolvendo o clube inglês e o atacante Carlos Tevez. Nesta terça-feira, o treinador, que afastou o jogador por ter se recusado a entrar em campo contra o Bayern de Munique, pela Liga dos Campeões, solicitou um pedido de desculpas do argentino para voltar a jogar.

‘Tudo depende dele. Se não se desculpar comigo, Tevez será vendido. Se ele se desculpar comigo e com o restante dos jogadores, tudo será como antes’, determinou o técnico italiano, em entrevista ao jornal Corriere Della Serra.

Mancini já havia tentado promover o fim do episódio com o jogador, convidando-o para uma reunião na sua casa. Na ocasião, o técnico solicitou o pedido de desculpas a Tevez, que prontamente se recusou.

‘Caso isso não aconteça, os outros clubes sabem seu preço e alguma coisa deve acontecer em janeiro. Ele já foi avisado sobre as conseqüências. Tevez tem um valor que todos sabem qual é, e então algo pode acontecer em janeiro. Não quero que seja assim, e eu seria o primeiro a perdoá-lo’, completou o técnico, que ainda afirmou que o time não pretende fazer doações.

Tevez vem sendo sondado por times da Europa e da América do Sul, como o Corinthians e o Boca Juniors. O argentino foi afastado do time e multado pelo episódio durante o jogo contra o time bávaro pela Liga dos Campeões.

Continua após a publicidade
Publicidade