Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Mancini rasga elogios ao técnico Cuca e aposta na manutenção da base em 2012

Por Da Redação - 3 jan 2012, 17h00

O ano de 2011 não foi dos melhores para o meia-atacante Mancini, que não conseguiu ser titular do Atlético-MG. Apesar do ano ruim, o jogador destaca que o final de temporada acabou sendo positivo para a equipe alvinegra, graças ao técnico Cuca. Segundo ele, o treinador conseguiu dar padrão de jogo para os atleticanos.

‘Em novembro e dezembro, o Cuca conseguiu fazer com que o Atlético-MG tivesse cara de time, o que o Atlético-MG não vinha tendo nos meses anteriores. O Atlético-MG tinha esquema tático, jogadas ensaiadas, os jogadores se conheciam com mais facilidade devido ao treinamento que o Cuca fazia durante a semana. Por tudo isso é fundamental a manutenção dele’, disse Mancini em entrevista à Rádio Itatiaia.

Outro ponto considerado importante por Mancini, para que o Galo tenha um bom ano de 2012 é a manutenção da base. O atleta lembra que nem sempre foi assim no Atlético-MG, que normalmente montava equipes diferentes de uma temporada para outra.

‘O Kalil, o Maluf e a comissão técnica estão sendo inteligentes em relação a isso, mantendo 70% do elenco. Isso é fundamental, porque antigamente não acontecia, mandava todo mundo embora e contratava novos jogadores, que demoravam a criar uma forma de jogar, com isso, os campeonatos passavam e o Atlético-MG não conseguia bons resultados’, afirmou.

Publicidade

Por fim, Mancini lembra que, em algumas posições, o time atleticano ainda precisa de reforços. Dessa forma, o jogador espera que o Galo consiga brilhar nas competições que tem pela frente. ‘Essa espinha dorsal que foi criada tem que ser reforçada com jogadores nas posições que o Atlético-MG necessita, para que a equipe em 2012 possa ser mais brilhante’, declarou.

Publicidade