Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mancini lamenta empate do Cruzeiro no campo pesado de Chapecó

O técnico Vágner Mancini não escondeu que queria ter eliminado o jogo de volta contra a Chapecoense pela Copa do Brasil para evitar o desgaste de seus jogadores. Segundo ele, o empate por 1 a 1 foi ruim, porque o time cruzeirense vai entrar na reta final do Campeonato Mineiro, e a classificação direta seria importante para a equipe, que terá que atuar no meio da próxima semana, no partida de volta.

‘O nosso objetivo era que a gente matasse a fase aqui. Porque daqui uns dias a gente vai jogar, no domingo. Vamos ter que jogar novamente na quarta. Jogaremos de novo no final de semana. E o fato de você jogar num campo desses, com chuva, faz com que haja muito desgaste. Então, nossa intenção, baseada não somente em liquidar a segunda fase, mas fazer com que esse time descansasse um pouco, para entrar numa sequência de jogos decisivos’, disse.

Assim como os jogadores, Vágner Mancini que já havia reclamado da condição do gramado da Arena Condá, voltou a comentar que o futebol do Cruzeiro foi prejudicado. O treinador argumentou que a qualidade técnica do jogo não foi a ideal, e que o time celeste poderia ter atuado melhor em condições adequadas.

‘De uma forma muito direta, isso aí acabou fazendo que o jogo fosse muito disputado em bolas altas, no corpo a corpo. O campo não tinha a mínima chance de a gente jogar com a nossa técnica, normalmente a gente teria mais para apresentar. Mas os atletas lutaram, desde o início do jogo. E a gente que sabe como é jogar num campo desses tem que exaltar isso daí. Era uma dificuldade que a gente sabia que íamos enfrentar’, analisou.

Por fim, o treinador cruzeirense afirmou que a Chapecoense foi beneficiada com o excesso de jogadas áreas, característica do time catarinense, que teve os méritos reconhecidos por Vágner Mancini. ‘A Chapecoense é um bom time, é a atual campeã do estado, com atletas altos. E soube usar aquilo que é o seu ponto forte, as bolas altas’, declarou.